A tela reflete a pluralidade da Itália no FESTIVAL DE CINEMA ITALIANO 2023

 

Foto: O Primeiro Dia da Minha Vida (Divulgação)

A tela se torna um espelho da pluralidade da Itália na edição deste ano do FESTIVAL DE CINEMA ITALIANO NO BRASIL 2023. Um convite para uma jornada única pela riqueza temática e formal que permeia cada produção, refletindo a alma multifacetada do país. Com longas inéditos e clássicos icônicos, o festival se estende gratuitamente até 9 de dezembro, com projeções presenciais e online. Acesse https://festivalcinemaitaliano.com/ para mais detalhes e para desfrutar dessa experiência cinematográfica.

Sob a cuidadosa curadoria do festival, emergem narrativas que atravessam séculos e que continuam a provocar reflexões sobre o presente. "A Sombra de Caravaggio", dirigido por Michele Placido, oferece uma visão íntima do pintor, interpretado magistralmente por Riccardo Scamarcio, enquanto "Primadonna", de Marta Savina, mergulha na Sicília dos anos 60, desafiando convenções sociais por meio da coragem de Lia, interpretada por Claudia Gusmano.

"Ainda Temos o Amanhã", de Paola Cortellesi, transporta-nos à Roma dos anos 1940, explorando os limites impostos à mulher na sociedade da época. Em paralelo, "A Terra das Mulheres", de Marisa Vallone, empreende uma jornada pela Sardenha durante a Segunda Guerra Mundial, revelando preconceitos ancestrais que ecoam ainda hoje.

"A Invenção de um Crime", dirigido por Gianni Amelio, mergulha nas complexidades das identidades LGBT+, enquanto "Obrigado Rapazes", sob a direção de Riccardo Milani, revela o poder transformador da arte no contexto prisional.

“Obrigado Rapazes” mostra o poder transformador da arte e é protagonizado por Antonio Albanese, que interpreta um ator desempregado que, ao aceitar ensinar teatro em uma prisão, dá início a uma jornada incrível de descobertas e transformações por meio da arte. No filme, os detentos mergulham no mundo da arte e descobrem o poder que ela tem de quebrar barreiras e resgatar a esperança.

Destacando a solidariedade e a busca pela essência da vida, "O Primeiro Dia da Minha Vida", dirigido por Paolo Genovese, e "Orlando", de Daniele Vicari, oferecem histórias emocionantes e provocativas.

“O Primeiro Dia da Minha Vida” traz o grande Toni Servillo num elenco que ainda inclui Valerio Mastandrea, Margherita Buy e Sara Serraiocco, e tem como protagonista um homem misterioso que aparece na vida de quatro pessoas que estão em momento crítico. Como uma espécie de anjo, ele lhes dá uma semana para redescobrir as alegrias da vida. Combinando elementos do drama e da comédia, o filme provoca risos, mas também reflexões sobre a solidariedade e o mundo contemporâneo.

Já “Orlando” traz Michele Placido como o personagem-título, um idoso solitário que vive nas montanhas da Itália central. Mas quando seu filho precisa de ajuda, ele parte em uma jornada que vai mudar sua vida para sempre. O filme acompanha esse homem que sempre se manteve fiel aos seus princípios, e ensina o valor disso num mundo em constante mudança.

 

Nenhum comentário:

Canal Brasil reexibe episódios de "O Papel da Vida", conduzidos por Marina Person

“ O Papel da Vida ”, programa apresentado por Marina Person durante 2 anos no Canal Brasil, terá alguns episódios reprisados a partir de seg...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba