À partir de 24/02, chegam ao streaming À La Carte 11 longas de Sylvio Back

 


Com quase 60 anos dedicados ao cinema, o cineasta, poeta, roteirista, escritor e produtor brasileiro Sylvio Back, nascido em 1937 na cidade de Blumenau (Santa Catarina, Sul do Brasil), terá onze dos seus filmes no cardápio do streaming À La Carte, à partir de 24 de fevereiro de 2022.

Dos cinco primeiros títulos com datas anunciadas, teremos os longas ficcionais "Lost Zweig" (2014), em 24/02; "Aleluia Gretchen" (1976), em 03/03; "Cruz e Souza - O Poeta do Desterro" (1998), em 10/03; "Guerra dos Pelados" (1970), em 24/03; e o documentário "Revolução de 30" (1980), em 31/03.

A seguir, virão (não necessariamente nesta ordem) "Guerra do Brasil - Toda Verdade Sobre a Guerra do Paraguai" (1987), "O Contestado - Restos Mortais" (2010), "Yndio do Brasil" (1995), "República Guarani" (1981), "O Universo Graciliano" (2014) e "Rádio Auriverde" (1990), todos documentários.

Sobre cada filme:

– Falado em inglês, o roteiro de "Lost Zweig" é uma adaptação do livro "Morte no Paraíso: A Tragédia de Stefan Zweig", de Alberto Dines. A história retrata a fase final da vida do escritor austríaco Stefan Zweig, quando ele deixou seu país natal, no início da Segunda Guerra Mundial, e veio com a mulher, Lotte, viver no Rio de Janeiro, mas os dois acabaram se suicidando, juntos, em terras brasileiras, no ano de 1942. No filme, Stefan Zweig é interpretado pelo ator alemão Rüdiger Vogler, protagonista de diversos filmes de Wim Wenders, entre eles "Alice nas Cidades", "Movimento em Falso" e "No Decorrer do Tempo". Vencedor dos prêmios de Melhor Roteiro, Melhor Atriz (Ruth Rieser) e Melhor Direção de Arte no Festival de Brasília.

– Com elenco primoroso reunindo Lilian Lemmertz, Carlos Vereza, Selma Egrei, Míriam Pires, Kate Hansen e Sérgio Hingst, “Aleluia Gretchen” retrata uma família alemã muda-se para uma pequena cidade no interior do estado do Paraná, e compra um hotel lá, que logo se torna uma espécie de ponto de encontro de simpatizantes do nazismo. Vencedor dos prêmios de Melhor Ator Coadjuvante (José Maria Santos) e Melhor Direção de Fotografia no Festival de Gramado 1976, e do prêmio APCA 1978 (Associação Paulista de Críticos de Arte) de Melhor Ator (Sérgio Hingst), Melhor Roteiro e Melhor Cenografia.

"Cruz e Souza - O Poeta do Desterro", com roteiro escrito pelo próprio Sylvio Back, bela direção de fotografia de Antonio Luiz Mendes, e elenco reunindo Kadu Karneiro, Maria Ceiça, Léa Garcia e Guilherme Weber, o filme é sobre a vida do poeta João da Cruz e Sousa (1861-1898), retratando suas paixões, as questões sociais e seu fim trágico.

"Guerra dos Pelados" é baseado no episódio histórico da Guerra do Contestado (1912-1916), quando em 1913, em Santa Catarina, houve um conflito envolvendo cessão de terras a uma estrada de ferro estrangeira. Os expropriados foram chamados de "pelados", pois rasparam a cabeça e se entrincheiraram num reduto messiânico, lembrando Canudos. Filmado em Caçador (Santa Catarina), o roteiro chegou a detalhes na guerra corpo a corpo e na estratégia militar. O elenco traz grandes nomes como Otávio Augusto, Stênio Garcia, John Herbert e Zózimo Bulbul.

"Revolução de 30" é um documentário que traz importantes informações sobre os antecedentes da revolução de 1930, o papel de São Paulo na política brasileira e o governo autoritário de Getúlio Vargas. As imagens são acompanhadas por legendas, canções da época, conforme pesquisa musical de Jairo Severiano, e comentários de Edgard Carone, Boris Fausto e Paulo Sérgio Pinheiro. A narração inclui ainda locuções originais de Maurício Lacerda (1931) e General Miguel Costa (1930).

Nenhum comentário:

Crítica Filme “Minions 2: A Origem de Gru” por Rita Vaz

Estreia nesta quinta-feira, uma das animações mais esperadas do ano. “Minions 2: A Origem de Gru”, dirigida por Kyle Balda (Meu Malvado Favo...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba