O MENINO E A GARÇA terá pré-estreias nos próximos finais de semana

 

O filme O MENINO E A GARÇA, novo longa do lendário diretor japonês Hayao Miyazaki, chega aos cinemas em 22 de fevereiro no Brasil e, para conter a ansiedade do público, a Sato Company organizou pré-estreias únicas nos próximos finais de semana nos circuitos Cinemark, Cinépolis, Sato Cinema, Cineteatro São Luiz, Cinearte, Grupo Araújo, Kinoplex, UCI Cinemas, Espaço Itaú de Cinema e Estação NET de Cinema. Entre as praças confirmadas, estão Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Guarulhos, Maceió, Manaus, Natal, Niterói, Nova Iguaçu, Osasco, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, São Conrado, São João de Meriti, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Luiz, São Paulo, Uberaba e Vila Velha. Os ingressos já podem ser comprados no site da ingresso.com

O filme, além de ser vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme de Animação, é finalista ao Oscar de Melhor Animação deste ano e foi indicado em 7 categorias na 51ª edição do ANNIE AWARDS (Melhor Filme, Melhor Animação de Personagens, Melhor Direção, Melhor Trilha Musical, Melhor Design de Produção, Melhor Storyboarding e Melhor Roteiro). O MENINO E A GARÇA tem distribuição da Sato Company em todo país.

Ganhador do Oscar por A Viagem de Chihiro, em 2003 e tendo recebido o Oscar Honorário em 2014, Miyazaki é considerado uma lenda viva da animação e do cinema japonês. Entre seus filmes estão, também, Meu Vizinho Totoro, O Castelo Encantado, Vidas ao Vento, Ponyo: Uma Amizade que Veio do Mar  e Lupin: The Castle of Cagliostro (esse último também da Sato Company). 

Segundo o produtor Toshio Suzuki, a produção do longa se iniciou em 2016. Na ocasião, Miyazaki havia anunciado sua aposentadoria, mas abandou a ideia para desenvolver esse projeto, que causou muita curiosidade em seu anúncio, já que o diretor manteve um grande segredo sobre o nome e a sinopse do longa.

O MENINO E A GARÇA é uma fantasia semiautobiográfica sobre a vida, a morte e a criação, em homenagem à amizade. O roteiro é assinado pelo próprio diretor e, apesar de se referir ao romance homônimo de 1937, de Genzaburō Yoshino, é uma história original, que tem como protagonista Mahito Maki, um garoto de 12 anos, que vive no Japão de 1943, durante a Guerra do Pacífico.

Após a morte de sua mãe, seu pai se casa com a irmã mais nova dela, e se mudam para a casa dela no campo. Nesse ambiente, Mahito conhecerá uma garça cinza que o levará a uma torre misteriosa, onde viverá uma jornada na qual descobrirá a verdade sobre si mesmo.

O roteiro é, assumidamente, baseado em experiência do próprio Miyazaki em sua infância, e entre as mensagens do longa está a possibilidade da paz entre as nações num mundo marcado pelo conflito.

De acordo com o The Japan Times, O MENINO E A GARÇA ressalta a importância das crianças, das novas gerações, em superar os erros e as guerras do passado, forjando um futuro melhor, de mais compreensão e reciprocidade.

Em sua estreia nos EUA, no dia 8 de dezembro, o filme ficou em primeiro lugar nas bilheterias, arrecadando US$ 10 milhões no primeiro final de semana. No Japão, a produção conquistou US$ 54 milhões, tornando-se o terceiro maior lançamento do ano.

 

 

Nenhum comentário:

CineSesc de 25.04 a 1.05

                                                                   La Chimera e Dorival Caymmi são destaques no CineSesc   A semana conta co...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba