Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá divulga os 14 curtas-metragens selecionados para disputar o Troféu Coxiponés 2023

 



Após a divulgação dos sete longas-metragens selecionados para disputar o Troféu Coxiponés 2023, o 21º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá - CINEMATO, que acontece de 22 a 28 de outubro na Capital de Mato Grosso, divulgou agora os nomes dos 14 curtas-metragens finalistas.

São eles “Fantasma neon”, “Das águas”, “Evé de Òsángín: O Segredo das Folhas”, “O Fim da Imagem”. “Firmina”, “Urubá”, “Cem Pilum - A História do Dilúvio”, “Procuro Teu Auxílio para Enterrar um Homem”, “Promessa de um amor selvagem”, “Cicatriz tatuada”, além de quatro que foram realizados em Mato Grosso “Cacica - A Força da Mulher Xavante”, “A Indômita Revolta dos Morangos Assassinos”, “Bixas Pretas: Entre o Amor e os Afetos” e “Cotidiano”.

“A seleção de curtas foi extremamente difícil”, avalia o idealizador e curador do Festival, o cineasta e produtor, Luiz Borges. “Primeiro pela quantidade de filmes e a quantidade de sessões, pois foram mais de 100 horas assistidas. Então a comissão de seleção teve um trabalho hercúleo de assistir os filmes e chegar a esse resultado final”.

O cineasta Luiz Borges observou um fator importante entre os curtas selecionados, é que eles dialogam com o tema do festival: “Pachamama”. Além de filmes que linkam à Pachamama, as temáticas se diversificam. Foram selecionados documentários sobre as desigualdades sociais, filmes de ficção e uma variedade de olhares.

“O bacana é que o painel de filmes que vão estar competindo o Troféu Coxiponés muito representa essa diversidade recente da produção brasileira, porque até pouco tempo atrás a produção se centrava no eixo Rio-São Paulo e a gente tem filmes do Amazonas, filmes do Ceará, Rio Grande do Sul, do Paraná e do Mato Grosso – o anfitrião do festival. A sensação é de missão foi cumprida!”, diz Luiz Borges.

No Festival, o público poderá ter esse panorama de olhares diversos sobre a realidade brasileira e o imaginário ficcional.

O 21º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá transformará Cuiabá na capital do Cinema de 22 a 28 de outubro, tendo a atriz Dira Paes como homenageada.

O Festival é patrocinado pelo Governo de Mato Grosso e o Canal Brasil em parceria com a PROCEV (Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência), IGHD, UFMT, e Primeiro Plano Cinema e Vídeo. Apoio Institucional da Assembleia Legislativa, SEBRAE/MT, Prefeitura de Cuiabá/Secretaria Municipal de Esporte Lazer e Cultura, Cineclube Coxiponés e RECMT. Com apoio do Intercity Hotéis e realização do Instituto Inca - Inclusão, Cidadania e Ação.

 

Conheça os curtas selecionados:            

“CACICA – A força da Mulher Xavante" de Jade Rainho, Carolina Rewaptu (MT)

“CEM PILUM – A HISTÓRIA DO DILÚVIO”,  de Thiago Morais (AM)

“Fantasma Neon”, de Leonardo Martinelli (RJ)

“A indômita Revolta dos Morangos Assassinos”, de Emília Top´Tiro & Olavo Fernandes (MT)

“Ewé de Òsányín: o segredo das folhas”, de Pâmela Peregrino (Ba)

“Cicatriz Tatuada”, de Eugênio Lima, Gabriela Miranda e Matheus Brant (SP)

“O Fim da Imagem”, de Gil Baroni (PR)

“FIRMINA”, Izah Neiva (SP)

“Promessa de um Amor Selvagem”, de Davi Mello (SP)

URUBÁ, de Rodrigo Sena (RN)

“Procuro Teu Auxílio Para Enterrar Um Homem”, de Anderson Bardot (ES)

“Das Águas”, de Adalberto Oliveira e Tiago Martins Rêgo (PE)

“BIXAS PRETAS: ENTRE O AMOR E OS AFETOS”, de Diego Cavalcante (MT)

“Cotidiano”, de Juliana Capilé (MT)

 

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba