Crítica Filme "Missão Impossível 7: Acerto de Contas Parte 1" por Rita Vaz

Estreia nesta quinta-feira, o aguardado Missão Impossível 7, sob direção de Christopher McQuarrie (Missão Impossível: Efeito Fallout e Nação Secreta”).

Na nova e mais eletrizante trama da série, encontramos o agente norte-americano Ethan Hunt (Tom Cruise) e sua equipe da IMF formada por Ilsa Faust (Rebecca Ferguson), Benji Dunn (Simon Pegg) e Luther Stickell (Ving Rhames) embarcando em uma perigosa missão para rastrear uma arma terrível que se cair em mãos erradas, pode representar uma ameaça para toda a humanidade.  

Com o controle do futuro e o destino do mundo em jogo, e algumas forças sombrias do passado de Ethan se aproximando, uma corrida mortal ao redor do mundo começa.

Confrontado por um misterioso e poderoso inimigo chamado Gabriel, Ethan é forçado a considerar que nada pode importar mais do que sua missão, nem mesmo a vida daqueles com quem ele mais se preocupa.

“Missão Impossível 7” é um filme com ação do início ao fim literalmente, são poucos minutos, das duas horas e quarenta e três minutos de tela, que não tem alguém voando, explodindo ou perseguindo outro alguém.

Não que isso seja ruim, muito pelo contrário. O tempo passa e quando você percebe a história está quase no fim, e isso tudo porque além de terem levado a ação para um outro nível, a trama é muito bem montada, com suas sutilezas e tentáculos que vão de um país para o outro, sem perder um milímetro do “fio da meada”. Impressionante.

Tom Cruise, o que dizer desse ator que já não foi dito, que ele é um super ator, que encara os desafios de frente, que é gente boa de verdade, que estuda para pilotar um avião, um helicóptero, salta de paraquedas e o que mais tiver que fazer, e ainda por cima é um gentleman?! Pois é. Ele arrasa mais uma vez em cena, como Ethan Hunt.

Todo o elenco do filme está fabuloso, é tanta interpretação visceral, com empenho de esforço físico, além das emoções, que o elogio é geral e unanimo.

O diretor Christopher McQuarrie prova mais uma vez, que sabe, como poucos, fazer um filme de ação e manter o nível lá no alto.

“Missão Impossível 7: Acerto de Contas Parte1” é um dos melhores da série, com suas cenas muito bem orquestradas e ensaiadas e com seu respeito à inteligência do espectador, pois, muito do que acontece lá é passível de realmente acontecer.

Saiba que quando o filme acaba, ele não termina, pois, é só a primeira parte dessa impressionante aventura, mas, espere sentado, porque a segunda parte só vem em junho de 2024.

Recomendo muito que você assista, se puder no Imax, melhor ainda. E leve bastante pipoca.

 


Um comentário:

João Raphael disse...

Parabéns Rita !!!

Como sempre, seus comentários e críticas nos levam até o enredo do filme.
Vou assistir com toda a certeza.

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba