Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo apresenta a mostra inédita "El Camino - Cinema de Viagem da América do Sul"

A mostra gratuita acontece de 12 de julho a 07 de agosto. São 19 títulos que apresentam um apanhado histórico de road movies, realizados no sul do continente americano, desde a década de 1960 até os dias atuais. 

Toda programação é gratuita e inclui atividades paralelas e catálogo online. 

O Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo apresenta a mostra inédita  "El camino - Cinema de viagem da América do Sul", de 12 de julho a 7 de agosto, com um apanhado histórico de road movies, realizados na região sul do continente americano desde a década de 1960 até os dias atuais. Toda programação é gratuita e inclui uma oficina presencial, além de um catálogo online. 

Com a curadoria de Carla Italiano e Leonardo Amaral, e produção da Anacoluto Produções, a programação reúne 19 títulos, sendo 15 longas e 4 curtas, realizados em nove países: Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai, Peru, Bolívia, Chile, Colômbia e Venezuela, pensada a partir de 5 linhas de força que permitem criar agrupamentos entre os filmes exibidos. A primeira linha reúne obras realizadas a partir da década de 1960 que lidam de forma fílmica com as contraditórias ideias de povo e nação como Vidas Secas, Iracema - uma transa amazônica (Brasil), Os Inundados (Argentina), Os vampiros da miséria (Colômbia) e A dupla jornada (Brasil).   

A segunda traz o drama de indivíduos em relação a representações de coletivo em suas diversas raízes étnicas e políticas, como em Noites Paraguayas (Brasil/Paraguai), A nação clandestina (Bolívia), A terra prometida (Chile), Pachamama (Brasil/Bolívia/Peru) e Carlos: cine-retrato de um andarilho em Montevidéu (Uruguai). O terceiro grupo recorre aos recursos do cinema fantástico e jornadas psicológicas, reconfigurando não só as cartografias de territórios, como a própria noção de identidade: Brasil Ano 2000, Sonhos de gelo (Chile), A viagem (Argentina) e As filhas do fogo (Argentina). 

O quarto grupo pensa trajetórias transnacionais de povos originários por meio de recriações de territórios indígenas perdidos, algo evidente em Serras da Desordem, Tava - a casa de pedra (Brasil) e Zama (Argentina). Por fim, a quinta linha traz questões fruto dos processos coloniais da diáspora africana e agrupa curtas de teor auto representativo que fazem viagens rumo ao continente africano, é o caso de NoirBlue e (Outros) fundamentos (Brasil).  

Além das sessões, El Camino - Cinema de Viagem da América do Sul conta com algumas atividades paralelas: a apresentação da mostra pelos curadores Carla Italiano e Leonardo Amaral - seguida do filme de abertura Noites Paraguayas (1982), no dia 12 de julho, às 17h; a apresentação de A Nação Clandestina, pela montadora e cineasta Cristina Amaral, em 15 de julho, às 15h; sessão comentada do filme A Viagem (1992), no dia 28 de julho, às 16h, seguida de debate com o crítico e pesquisador João Toledo; e a oficina “Outras viagens ao país do povo: deslocamentos estético-políticos no cinema latino-americano”, que acontece no dia 22 de julho, das 13h30 às 17h, ministrada pelo crítico de cinema, programador e professor, Victor Guimarães.  

Ao realizar este projeto, o Centro Cultural Banco do Brasil reafirma o compromisso de ampliar a conexão do brasileiro com a cultura e com a promoção do acesso à produção cinematográfica nacional e internacional.  


SERVIÇO:
Mostra "El Camino - Cinema de Viagem da América do Sul"
Local: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
Período: 12 de julho a 7 de agosto de 2023.
Ingressos gratuitos: Disponíveis a partir de 07/jul no bb.com.br/cultura e na bilheteria

Classificação indicativa: De acordo com cada filme, verificar em bb.com.br/cultura

Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro Histórico, São Paulo – SP

Funcionamento: Aberto todos os dias, das 9h às 20h, exceto às terças

Entrada acessível: Pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e outras pessoas
que necessitem da rampa de acesso podem utilizar a porta lateral localizada à
esquerda da entrada principal.

Informações: (11) 4297-0600

Estacionamento: O CCBB possui estacionamento conveniado na Rua da Consolação,
228 (R$ 14 pelo período de 6 horas - necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB).

O traslado pela van do CCBB é gratuito para o trajeto de ida e volta ao estacionamento
e funciona das 12h às 21h.

Transporte público: O Centro Cultural Banco do Brasil fica a 5 minutos da estação São
Bento do Metrô. Pesquise linhas de ônibus com embarque e desembarque nas Ruas
Líbero Badaró e Boa Vista.

Táxi ou Aplicativo: Desembarque na Praça do Patriarca e siga a pé pela Rua da
Quitanda até o CCBB (200 m).

Van: Ida e volta gratuita, saindo da Rua da Consolação, 228. No trajeto de volta, há
também uma parada no metrô República. De 12h até o encerramento das atividades
do CCBB. 

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba