A&E exibe Breaking Bad, no 15º aniversário de seu lançamento

A icônica série que redefiniu o drama televisivo chega ao A&E para reviver a história completa e os momentos épicos desta produção única, que se tornou um fenômeno cultural


ESTREIA: 17/7, segunda-feira, 21h45


O A&E apresenta a partir do dia 17 de julho, em homenagem aos 15 anos de seu lançamento, a premiada série de drama Breaking Bad, que será exibida de forma completa, de segunda a sexta.

A série criada por Vince Gilligan, que redefiniu o drama televisivo, volta à TV pelo A&E para reviver toda a história e os momentos épicos desta produção icônica que se tornou um fenômeno cultural. Um sucesso de audiência em todo o mundo, Breaking Bad foi exibida em mais de 170 países, mencionada em inúmeros filmes, séries de TV e outras mídias; e multipremiada na indústria, em especial com 16 prêmios Emmy e dois Golden Globes.

"Estamos empolgados em trazer Breaking Bad de volta em seu 15º aniversário", disse Carmem Larios, vice-presidente Sênior de Conteúdo do A&E. “A série continua tão relevante e emocionante, e mal podemos esperar para apresentá-la a uma nova geração de telespectadores, bem como aos fãs que desejam reviver este ícone da televisão”.

Breaking Bad acompanha a história do professor de química Walter White, interpretado por Bryan Cranston - reconhecido por seu papel na série com quatro prêmios Emmy de Melhor Ator, um Globo de Ouro e outras premiações. - Walter começa a fabricar e vender metanfetamina para garantir futuro financeiro de sua família depois de saber que tem câncer de pulmão avançado. Começando no caminho do tráfico de drogas, White se reúne com Jesse Pinkman, interpretado por Aaron Paul, que interpreta um ex-aluno de White, com quem começa a trabalhar na fabricação de drogas. Sua atuação em Breaking Bad também lhe rendeu três prêmios Emmy de Melhor Ator Coadjuvante.

Outrora um químico de sucesso, Walter ensina alunos do ensino médio e trabalha meio período em um lava-rápido para ajudar no sustento de sua família: sua esposa Skyler, uma contadora interpretada por Anna Gunn - que ganhou dois Emmys de Melhor Atriz Coadjuvante em 2013 e 2014 pelo papel na série -, seu filho Walter White Jr. (RJ Mitte), um obstinado jovem de 17 anos que sofre de paralisia cerebral, e sua filha Holly White.

Depois de perceber que não tem nada além de sua família para viver, o novo senso de propósito de Walter o revigora e o torna um homem de ação, enquanto ele se volta para uma vida emocionante de crime para sustentar aqueles que ama. Mas, conforme a série avança, Walter se vê cada vez mais envolvido no perigoso mundo do narcotráfico e do crime organizado, enfrentando desafios cada vez maiores e tomando decisões cada vez mais arriscadas. Ao mesmo tempo, ele deve lidar com os efeitos emocionais e psicológicos de sua nova vida, incluindo a tensão no relacionamento com sua esposa e filhos, o resto de sua família e seu conflito moral interno.

A série também apresenta Dean Norris como Hank Schrader, cunhado de Walter White e agente especial da DEA em Albuquerque; Bob Odemkirk como o advogado criminal Saul Goodman; Giancarlo Esposito como Gus Fring, chefão do tráfico e dono da rede de fast food Los Pollos Hermanos; e Jonathan Banks como Mike Ehrmnatraut, entre outros.

Breaking Bad ganhou mais de 150 prêmios e recebeu mais de 200 indicações para outras premiações. A série inspirou um spin-off de sucesso, Better Call Saul, centrado no personagem Saul Goodman.

Em evento virtual realizado pelo A&E para o lançamento da série, Vince Gilligan afirmou: “Recebi muito crédito pelo sucesso do programa, mas eu contei com escritores maravilhosos, diretores maravilhosos, um time maravilhoso, cinegrafistas maravilhosos que fizeram um trabalho lindo. Mas o ingrediente secreto mais importante de Breaking Bad são os atores, começando por Bryan Cranston. Creio que o motivo principal pelo qual a série se tornou o que se tornou é por Bryan Cranston, que interpreta Walter White. Ele é a pessoa perfeita no mundo inteiro para esse papel, e ele fez esse personagem, que é um cara muito mau, se tornar simpático”.

O criador também se referiu ao personagem de Cranston: “Eu odeio Walter White. Eu não tenho muita simpatia no final da série por ele, pois fez muita coisa ruim, que eu não apoio, mas foi fascinante me colocar em sua cabeça por muitos anos. E ficou difícil, pois quanto mais o show durava, mais sombrios meus pensamentos e a maneira como eu percebia o mundo se tornavam. Fiquei triste quando Breaking Bad acabou, mas também fiquei aliviado por não ter que ver o mundo pelos olhos de Walter White".

O renascimento de Breaking Bad neste 15º aniversário inclui todas as cinco temporadas e 62 episódios da série, que será exibida em ordem cronológica, de segunda a sexta-feira, a partir de 17 de julho, no A&E.

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba