De 'Vingadores: Guerra Infinita' a 'Guardiões da Galáxia': Como diretor de arte da Marvel e Disney usa ferramenta de arquitetura para criar cenários

Diretor de arte Luke Whitelock, responsável por ambientações de grandes produções cinematográficas, utiliza SketchUp nas criações. Versatilidade do software, que pode ser usado tanto no iPad quanto no desktop, é diferencial para produtividade profissional.

Com o lançamento da minissérie “Invasão Secreta” no Disney+, muitos fãs aproveitam o hype para revisitar outras obras do mesmo universo em busca de easter-eggs e curiosidades que possam ter passado despercebidas. Se você assistiu a algum filme da Disney ou Marvel, provavelmente já viu as habilidades de design de cenário de Luke Whitelock em ação.

Com produções como “Vingadores: Guerra Infinita”, “Guardiões da Galáxia” e “Doutor Estranho” no currículo, o diretor de arte combina ferramentas utilizadas na arquitetura, como o software SketchUp,  com sua expertise em cenários cinematográficos para ganhar agilidade no fluxo de construção de ambientes para mega produções de Hollywood.

Em seu fluxo de trabalho, Luke passa de espaços existentes para modelagem 3D conceitual e volta para o mundo real. Para dar vida às ideias, ele precisa das ferramentas certas para ser eficaz: modelagem no iPad e no desktop, componentes de ficção científica pré-construídos, e já prontos, no software, documentação 2D e impressão 3D, que são processos comuns em projetos de arquitetura.

Entre as obras das quais ele participou estão “Batman” (2022), “A Origem (Inception)” (2010), “Malévola: Dona do Mal” (2019), “Enola Holmes 2” (2022), “Alladin” (2019), “Prometheus” (2012) e “X-Men: Primeira Classe” (2011) – e em muitas delas o fluxo de trabalho foi criado e acompanhado pelo software.

Tecnologia de construção em cinema

A tecnologia predominante nas indústrias de arquitetura, engenharia e construção foi adaptada ao longo dos anos para construir sets de filmagem, tornando o fluxo de trabalho de Luke muito mais prático. Ele originalmente esboçava cenas à mão em grandes pranchetas, que foram substituídas por um iPad onde ele desenha tudo com modelagem 3D do SketchUp.

A indústria cinematográfica está em expansão com as produções voltadas ao streaming e os grandes estúdios passaram a contratar arquitetos para atuar na indústria cinematográfica. Habilidades como levantamento e medições executadas têm grande importância para garantir um set funcional para as gravações.

Da prancheta para o iPad

Quando Luke cria modelos 3D para um set de filmagem, o primeiro passo é pesquisar o espaço existente. Ele precisa de medições detalhadas do local onde o filme será filmado como base para sua exploração criativa.

Antes ele anotava as dimensões em um bloquinho de papel e, a partir daí, geralmente levava dias até que ele pudesse retornar ao estúdio e criar um modelo 3D a partir de suas anotações manuscritas.

Diante da rotina corrida de um set de filmagens, Luke percebeu que precisava ganhar agilidade, o que só seria possível com uma digitalização de processos, que foi feita com o SketchUp para iPad. A capacidade de capturar com precisão as condições existentes diretamente em um formato digital reduziu pela metade o tempo de trabalho de Luke no local.

“O SketchUp para iPad é uma ótima ferramenta móvel que agiliza meu fluxo de trabalho. Com o Apple Pencil, parece um desenho à mão livre, mas é em 3D. A interface é intuitiva - adoro que os menus suspensos possam ser minimizados ou maximizados facilmente. Além disso, você não precisa reaprender com o SketchUp para iPad; é familiar e fácil de usar”, disse.

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba