Crítica Filme "Veja Por Mim" por Rita Vaz


Estreia nesta quinta-feira o suspense “Veja Por Mim”, dirigido por Randall Okita que utiliza abordagens inovadoras para contar histórias.

Nesse caso, ele introduz na história jogos on line e aplicativos de celular, e mais especificamente ainda, um aplicativo utilizado por deficientes visuais.

Na trama conhecemos Sophie (Skyler Davenport) uma ex esquiadora que agora está cega e percebe somente mudanças de luminosidade, e que faz alguns trabalhos de cuidar de casas enquanto os seus donos estão fora.

Ela está cuidando de uma mansão isolada e do gato de Debra (Laura Vandervoort), uma mulher recém-divorciada, que vai fazer uma viagem de alguns dias, e percebe que se encontra diante de uma invasão doméstica por bandidos que, depois ela descobrirá, procuram um cofre secreto.

Sua única forma de defesa é um aplicativo chamado Veja por Mim. O aplicativo a conecta com um voluntário do outro lado do país para ajudá-la a superar pequenos ou grandes desafios, mas, nesse caso a ajudará a sobreviver. Sophie se conecta com Kelly, uma veterana do exército que passa seus dias jogando jogos de tiro on line.

Sophie é obrigada a aprender que, se ela quiser sobreviver a aquela noite, ela precisará de toda ajuda que puder ter, e Kelly será seus olhos.

Em primeiro lugar é interessante saber que a atriz Skyler Davenport, a estrela da produção, é deficiente visual na vida real, e por isso a sua atuação é única e dá muita autenticidade ao filme.

Inclusive, enquanto o filme foi rodado, vários esquemas de segurança foram feitos, e isso gerou um aprendizado, para toda a produção.

“Veja Por Mim” é um filme interessante, pois, em alguns momentos, você fica em dúvida sobre a honestidade de vários personagens, inclusive o de Sophie, e isso é ótimo para a trama.

O diretor Randall Okita utilizada muito bem as novas ferramentas da informática para o filme, colocando o nosso dia a dia de forma orgânica na história, e ainda nos surpreende com algumas reviravoltas surpreendentes.

“Veja Por Mim” é um thriller de suspense, que prende a nossa atenção, do começo ao fim, tanto pela história, quanto pelo nervoso da situação. Fãs do gênero, assistam!

Nenhum comentário:

Crítica Filme “Minions 2: A Origem de Gru” por Rita Vaz

Estreia nesta quinta-feira, uma das animações mais esperadas do ano. “Minions 2: A Origem de Gru”, dirigida por Kyle Balda (Meu Malvado Favo...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba