Crítica Filme "Morbius" por Rita Vaz

A Sony e a Marvel estreiam nos cinemas o filme “Morbius”, bastante esperado pelo público em geral, pois, os fãs dos quadrinhos, os fãs do ator Jared Leto e os fãs da saga querem mais histórias na telona.

Baseado no personagem de mesmo nome da Marvel Comics, Michael Morbius (Jared Leto) sempre sofreu com uma condição rara em seu sangue que o faz andar de bengala e desde criança ser excluído por outros, mas sua vida solitária foi preenchida por livros.

Após se formar na faculdade, Doutor Morbius é renomado na área de biomedicina e tenta achar uma cura para sua rara condição, não apenas para se ajudar, mas, para ajudar outras pessoas que também sofrem como ele.

Fazendo experimentos com o DNA de morcegos, Morbius espera achar a cura e se usa como teste para o soro. Após o uso, a cura pareceu ser um sucesso, mas os efeitos colaterais acabaram transformando-o em um pseudo-vampiro e que agora precisa sobreviver como um.

Apesar de ganhar capacidades iguais a de um morcego e a melhora física, Morbius precisa de sangue humano para sobreviver.

Essa é a história central do filme, mas, muitas coisas mais estão envolvidas.

O início do filme é bastante elucidativo, e mostra amizades formadas desde a infância, e agressões físicas e emocionais que acabaram motivando o personagem a lutar pela cura da doença.

O ator Jared Leto é perfeito para o papel e encarna muito bem o personagem. É impressionante como quando ele aparece em cena, rouba toda a atenção.

O diretor Daniel Espinosa, já graduado em filmes de ação, não deixa por menos nesse, mas, sinceramente, eu achei a história um pouco confusa e não entendi como esse personagem vai interferir na trama “geral” da Marvel.

Mas, esperemos.

O longa tem um ritmo um tanto diferente do normal (pelo menos para mim), ele parece resolver os conflitos, tão logo eles apareçam. E isso não dá tempo para você pensar muito, você precisa seguir a história, se não, pode perder algum fato importante.

Os efeitos especiais são extremamente bem-feitos, e chamam a atenção até do mais desatento espectador.

Logo depois dos primeiros créditos, tem algumas cenas (supreendentes) escondidas. Aguarde!

Nenhum comentário:

"Coração de Neon" é aclamado pela crítica em Cannes como o "novo cinema popular brasileiro"

Produtores de cinema que estiveram na premiére do filme em Cannes, na França, enxergam a produção como ousada e inovadora, do enredo ao fina...