UMA MULHER ALTA ESTREIA NESTA QUINTA NA SÉRIE CINEMA #EMCASACOMSESC

 


Com curadoria do CineSesc, a plataforma Sesc Digital recebe a partir de quinta-feira, 22/7, o drama russo “Uma Mulher Alta”, de Kantemir Balagov, a cinebiografia “Nico, 1988”, de Susanna Nicchiarelli, e o terror brasileiro “A Sombra do Pai”, de Gabriela Amaral Almeida.

Organizada pela Aliança Francesa Brasil em parceria com o Sesc São Paulo e o apoio da Embaixada da França no Brasil, a série Curta em Francês traz 13 novos curtas-metragens falados em francês e legendados em português, disponíveis a partir de 21/7.

“Rapaziada!”, de Iskra Babich, é a terceira estreia da programação especial Realizadoras Soviéticas


Filmes disponíveis em sescsp.org.br/cinemaemcasa

 

Nesta quinta-feira, dia 22/7, a série Cinema #EmCasaComSesc recebe o premiado longa russo “Uma Mulher Alta”, do jovem realizador Kantemir Balagov. O filme, inspirado no livro “A Guerra Não Tem Rosto de Mulher'', da vencedora do prêmio Nobel Svetlana Aleksiévitch, acompanha duas jovens mulheres tentando reconstruir suas vidas em meio aos destroços deixados na Rússia após a Segunda Guerra Mundial. Elogiado pela crítica nacional e internacional, o longa venceu os prêmios da Federação dos Críticos e de Melhor Direção na Mostra Un Certain Regard do Festival de Cannes. Em 2020, o ex-presidente norte-americano Barack Obama incluiu “Uma Mulher Alta” na sua lista de filmes imperdíveis.  

“Nico, 1988”, cinebiografia da cantora Nico, acompanha a musa de Andy Warhol e líder icônica da banda The Velvet Underground durante sua última turnê europeia. Show após show, a artista luta com seus demônios interiores, contra seu vício em drogas e anseia por reconstruir o relacionamento com seu filho. O filme recebeu o prêmio de Melhor Filme na Mostra Horizonte, no Festival de Veneza em 2017.

A Sombra do Pai”, segundo longa de Gabriela Amaral Almeida (“O Animal Cordial"), traz referências de filmes clássicos de terror para falar sobre relações familiares disfuncionais ao contar a história de uma menina órfã que acredita ter poderes sobrenaturais enquanto lida com a doença do pai. 


CURTA EM FRANCÊS

Na quarta-feira, dia 21/07, a série “Curta em Francês”, organizada pela Aliança Francesa Brasil em parceria com o Sesc São Paulo e o apoio da Embaixada da França no Brasil,
da Wallonie-Bruxelles International e do Institut Français Paris, estreia a nova programação “Espèces d´espaces”.  São 13 curtas-metragens em francês, legendados em português e disponíveis na plataforma Sesc Digital até 21 de agosto. A mostra apresenta uma seleção de produções no âmbito do Congresso Mundial de Arquitetura que acontece no Rio de Janeiro este inverno.

O título “Espèces d´espaces” (em português, "Espécies de espaços") é uma referência à obra de Georges Perec. O autor Georges Perec, tal como essa programação de curta-metragens, decidiu focar na poética dos espaços que nos rodeiam. A arquitetura e o urbanismo nos permitem reconsiderar os lugares nos quais moramos e o vínculo entre a trajetória pessoal íntima e os espaços. Os filmes contam a cidade com um olhar documental, histórico, romântico, político ou até alternativo. 

Curtas-metragens contemporâneos, como "Gagarine" (2015), que será adaptado para o cinema este ano, e "Le Plus Petit Appartement de Paris" (2014), com atores de destaque na França. O público poderá assistir a filmes de diretores mais clássicos, como "L´école des Facteurs" (1947), do aclamado diretor Jacques Tati, ou "L'Amour Existe" (1961), de Maurice Pialat. Falando de patrimônio, o filme "Correspondance Privée Sur un Lieu Public", de Jeanne Labrune (1988), mescla herança arquitetural e história de amor à perfeição. Para este programa, temos dois filmes de Sami Lorentz e de Audrey Espinasse, lindos testemunhos das periferias parisienses. O programa também reflete a diversidade quanto aos tipos de filmes, com documentários, ficções e animações. A arquitetura e o urbanismo são os cenários de base para muitos assuntos, como histórias de amor, da vida cotidiana, de aprendizagens; e a construção de si mesmo se funde com a construção dos prédios. Cabe destacar ainda filmes da Agência Francesa de Curtas-metragens e do Wallonie-Bruxelles Images presentes na programação.

SESSÃO ESPECIAL: REALIZADORAS SOVIÉTICAS

Na sexta-feira, dia 23/7, a Sessão Especial: Realizadoras Soviéticas recebe sua terceira estreia com o drama “Rapaziada!", de Iskra Babich. O filme acompanha Pavel, um soldado soviético que, por causa de um engano cometido por sua mãe, tem sua vida transformada para sempre. O longa recebeu Menção Honrosa no 32º Festival de Berlim.
 

CINESESC DIGITAL - PROGRAMAÇÃO DA SEMANA
### CINEMA #EMCASACOMSESC ###

sescsp.org.br/cinemaemcasa
ESTREIA 22/7

Nenhum comentário:

Um Forte Clarão, estreia na 45a Mostra Internacional de Cinema

Subvertendo narrativas e padrões, a diretora Ainhoa Rodríguez, apresenta seu filme espanhol UM FORTE CLARÃO (Destello Bravío), que é seu lon...