Crítica Filme "O Caso Richard Jewell" - Rita Vaz



Chegou aos cinemas, o mais novo filme dirigido por Clint Eastwood, “O Caso Richard Jewell”.

Baseado em fatos reais acontecidos no ano de 1996, durante as Olimpíadas de Atlanta nos Estados Unidos, o filme conta a história de um homem que em pouco tempo passou de herói a suspeito número um, de um atentado terrorista.

Desde jovem Richard Jewell gostava da área de segurança, conhecia todas as regras dos lugares onde trabalhava, e desejava muito, servir seu país.

Acontece que ele tinha um porém, ele tinha uma personalidade introvertida, não tinha facilidade em manter longos relacionamentos, e não conseguia evoluir na carreira.

Poucos eram os que permaneciam algum tempo ao lado dele, como foi o caso do advogado Watson Bryant, que teve, depois de anos, um papel fundamental em sua vida.

O mundo conhece Richard Jewell quando ele, como guarda de segurança de um show musical, encontra uma bomba dentro de uma mochila, embaixo de um banco.

O que poderia ser uma enorme tragédia, é minimizada pela ação contundente de Richard, que consegue salvar a vida de muitos.

Rapidamente o FBI é chamado para a investigação e com a passagem do tempo e a cobrança da sociedade para que eles encontrem os culpados, eles veem no próprio Richard a possibilidade de entregar um culpado à população.

Dado o seu histórico solitário e interessado em armas e segurança, eles mudam o olhar e colocam Richard como o possível terrorista que teria colocado a bomba no estádio.

Nesse momento da história conheceremos ainda Kathy Scruggs, uma inescrupulosa repórter, que faz tudo por uma primeira página, inclusive culpar um inocente.

A partir daí, ele é levado por um turbilhão de acontecimentos onde terá que provar sua inocência, mas, contará com alguns poucos amigos que acreditam piamente nele.

O diretor Clint Eastwood entrega um filme maduro, fácil de assistir e que prende a atenção do espectador.

E prende pelo ótimo roteiro, pelo elenco forte e engrenado e principalmente pela atuação de Paul Walter House que, além de estar muito parecido com Richard Jewell, tem uma atuação que dá veracidade ao acontecimento.

“O Caso Richard Jewell” fala de superação, de fé, de acreditar até o fim na sua verdade e fala também da política interna do FBI, da falta de escrúpulos de alguns profissionais, e de como os poderosos podem manipular o sistema para incriminar quem eles quiserem.

Não foi o caso de Richard Jewell (desculpe o trocadilho), mas, certamente acontece muito mais do que podemos imaginar.

Se você gosta desse tipo de filme, que retrata uma situação real, onde muito da sociedade é exposto, “O Caso Richard Jewell” é perfeito para você.

Título Original: Richard Jewell
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 2 horas e 09 minutos 
Ano de Lançamento: 2020
Direção: Clint Eastwood
Elenco: Paul Walter House, Sam Rockwell, Kathy Bates, Jon Hamm, Olivia Wilde, Nina Arianda, Ian Gomez, Wayne Duvall.

Nenhum comentário: