Crítica Filme "O Juízo" - Rita Vaz



Chega aos cinemas nesta semana o filme “O Juízo”, que passeia nos gêneros suspense psicológico e suspense sobrenatural.

Com o roteiro escrito por Fernanda Torres, e dirigido pelo seu esposo Andrucha Waddington, a história confronta o passado escravagista brasileiro, trazendo para o presente a cobrança de uma antiga dívida.

No longa conhecemos Augusto, Tereza e Marinho, uma família que se muda para uma fazenda abandonada, herdada do pai de Augusto, na tentativa de salvar o relacionamento dos três.
O alcoolismo e a perda do emprego de Augusto, foram os propulsores para que essa decisão fosse tomada.

Logo que chegam nesse local, coisas estranhas começam a acontecer, e mesmo diante desses fatos, os três permanecem no local, dispostos a solucionar seus conflitos.

Mas, eles não imaginavam que a propriedade fosse mal-assombrada por Couraça e Ana, escravos do passado, decididos a se vingar da família de Augusto, que fica à beira de um colapso de nervos.
O longa “O Juízo” tem uma premissa ótima, poderia ter sido um grande filme, mas, ele fica somente na média, porque não tem uma boa finalização técnica.

Para começar, o filme é muito escuro, mesmo nas cenas externas. Os cortes são muito evidentes, não são nada naturais ou orgânicos, e isso incomoda.
Os diálogos não ajudam muito, são um tanto fracos e desprovidos de intenção.

Apesar desses pesares, o filme tem uma ótima fotografia, conta com um elenco de peso, trazendo para a tela Fernanda Montenegro e Lima Duarte, e tem uma estrutura que lembra muito “O Iluminado”.

O ator Felipe Camargo está ótimo no papel de Augusto, ele que é sempre bom em cena, traz veracidade nas angústias e nas dúvidas de seu personagem.

“O Juízo” é um bom filme de suspense nacional, aliás, um dos poucos do gênero produzidos por aqui, e que valem sua visita ao cinema sim, pois, apesar de não se tornar um grande filme, ele tem uma boa história para contar, daquelas que nossos avós contam em reuniões de família e que dão arrepios.

Título Original: O Juízo
Gênero: Suspense
Duração: 1 hora e 30 minutos
Ano de Lançamento: 2019
Direção: Andrucha Waddington
Elenco: Felipe Camargo, Carol Castro, Joaquim Torres Waddington, Fernanda Montenegro, Lima Duarte, Criolo, Kênia Bárbara, Fernando Eiras.

Nenhum comentário:

A VIDA INVISÍVEL no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

  Produzido por Rodrigo Teixeira, da RT Features, A VIDA INVISÍVEL teve sua estreia mundial no Festival de Cannes de 2019, no qual conquist...