Crítica Filme "It – Capítulo 2" - Rita Vaz



“It: Capítulo 2” chega aos cinemas com grande expectativa gerada nos fãs da franquia. E eles não ficarão desapontados com a intensidade da continuação da trama do palhaço Pennywise.

Baseado no best-seller “It: A Coisa” de Stephen King, a história dos sete amigos que se unem para combater o mal, personificado por Pennywise, tem seu real desfecho vinte e sete anos depois.

No primeiro filme, quando tudo parece terminar, os amigos, Bill, Beverly, Richie, Mike, Ben, Eddie e Stanley selam, a sangue, o compromisso de que, se esse mal aparecesse novamente em Derry, eles fariam de tudo para exterminá-lo.

Vinte e sete anos se passam, e Mike, o único a permanecer na cidade, começa a ver traços de que Pennywise está agindo novamente.

Diante de fatos chocantes de morte e desaparecimento, ele convoca os amigos para que cumpram sua promessa.

Mas, a distância e o tempo fizeram com que eles esquecessem muito do que haviam passado naquela cidade do interior.

Mike, depois de bastante esforço, consegue reunir o grupo, que mesmo descrente de que algo daquele porte, esteja acontecendo de novo, viaja até Derry.

O grupo de amigos, mesmo, não querendo aceitar o novo enfrentamento com Pennywise, o maior de seus pesadelos, acaba cedendo aos inúmeros pedidos de Mike, que durante todos os anos estudou a história da cidade e conhece agora, um ritual que pode pôr fim a esse mal.

Muitos acontecimentos irão abalar a fé de todos, mas, novamente, a união será a fortaleza para que eles enfrentem seus próprios medos.

O início do filme já é marcado por uma ótima sequência que mostra a cidade e principalmente seus habitantes, que mesmo com a passagem do tempo, permaneceram sob uma aura maligna que fez com que várias casas, casarões e estabelecimentos ficassem com o mesmo aspecto de décadas atrás.

O diretor Andy Muschietti utiliza muitíssimo bem os efeitos especiais e uma narrativa que se desloca no tempo, mostrando o grupo de adultos, ainda adolescentes, onde aproveita e fornece dados que não tínhamos visto no primeiro longa, formando assim um quebra-cabeça interessante de se assistir.

O diretor utiliza também os efeitos de luzes e espelhos para transportar para a tela, conceitos de traumas e metáforas, além de conseguir dar muitos sustos na plateia.

O elenco está em sintonia, e cria uma boa versão de amigos que não se veem há tempos e são concisos ao aparecerem com traumas adultos que parecem ter sido criados justamente numa das fases mais interessantes da vida de uma pessoa, a passagem pela adolescência.

O longa tem uma participação prá lá de especial e tenta dar uma explicação de como tudo começou, eu diria que ficou um pouco confuso, mas, interessante, vale a pena conferir.

“It – Capítulo 2” é um filme que dá medo, como muitas pessoas esperam, mas, é um medo provocado principalmente pelos sustos.

Mas, algumas cenas são especialmente mais assustadoras e não dão sustos, portanto, se prepare para aproveitar uma das melhores franquias do gênero, dos últimos tempos.

Título Original: It Chapter Two
Gênero: Terror
Duração: 2 horas e 50 minutos
Ano de Lançamento: 2019
Direção: Andy Muschietti
Elenco: Bill Skarsgård, James McAvoy, Jessica Chastain, Bill Hader, Isaiah Mustafa, Jay Ryan (III), James Ransone, Andy Bean, Jaeden Martell, Wyatt Oleff, Sophia Lillis.

Nenhum comentário: