Crítica do Filme "Meu Querido Filho" - Rita Vaz



É da Tunísia que chega aos cinemas o filme “Meu Querido Filho” um drama contemporâneo que conta com uma carga emocional absurda.

Na trama conhecemos Riadh, um homem que está prestes a se aposentar, Nazli sua esposa, que cuida da casa e da família e Sami, o filho único do casal que é estudante e vai prestar vestibular em breve.

O problema está em Sami que parece doente e tem enxaquecas regularmente. Eles vão ao médico e procuram a solução para ele.

Mas, apesar do tratamento, Sami parece apático o tempo todo. Nada o anima, nada traz alegria para os seus dias.

De repente, sem que ninguém espere Sami desaparece e começa aí o drama de seus pais.

Eles não acreditam e não entendem o desaparecimento do filho, mas, tentam, com o pouco que tem em mãos, descobrir o seu paradeiro.

E com esse pouco Riadh viaja até a Siria para tentar trazer Sami de volta.

O diretor Mohamed Ben Attia entrega um filme realista, atual, com um texto que contempla um drama social e familiar.

No subtexto da trama fala-se de solidão, abandono, terrorismo e aliciamento.

Mas, não pense que a carga emocional do longa é óbvia, não, ela está no silêncio, na falta de informação e na percepção do desconhecido, (como um filho abandona tudo para viver o terrorismo?).

Apesar do aliciamento, o diretor focou sua história a partir do ponto de vista do pai, que sai a procura do filho, sem ter quase nem um conhecimento do que pode ter acontecido.

E assim fica o espectador também, que caminha junto com ele.

O elenco do filme está em sintonia na história, mas é o ator Mohamed Dhrif, que protagoniza a trama como Riadh, que leva todos os louros de interpretação.

Ele carrega em seu personagem toda a carga de um pai desnorteado, perdido pela atitude de um filho que ele acreditava conhecer.

“Meu Querido Filho” é um filme sensível e dramático, que em seu próprio tempo, fala de uma realidade preocupante. Recomendo!

Título Original: Weldi
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 1 hora e 44 minutos
Ano de Lançamento: 2018
Direção: Mohamed Ben Attia
Elenco: Mohamed Dhrif, Mouna Mejri, Zakaria Bem Ayyed, Imen Cherif.

Nenhum comentário: