Crítica Filme "Millennium - A Garota na Teia de Aranha" - Rita Vaz



Millennium é uma série de livros composta por cinco volumes escritos pelos suecos, Stieg Larsson, (os três primeiros) e David Lagercrantz (os outros dois) e é um best-seller mundial.

Dado o seu sucesso, a adaptação para o cinema foi rápida, além da versão sueca, em 2012 foi lançada a versão norte-americana do longa “Millennium - O Homem Que Não Amava as Mulheres”.

Agora chega às telonas “Millennium – A Garota na Teia de Aranha” que segue a mesma linha do primeiro longa,

O tema da violência sexual contra as mulheres e a heroína Lisbeth Salander são o foco das narrativas.
Lisbeth é uma mulher que vive isolada e é focada em seu trabalho. É uma excelente hacker e não gosta de socializar.

Por conta de um passado sombrio ela se tornou uma justiceira que ataca homens que agridem mulheres, mas pense que ela não deixa nada barato, ela praticamente violenta cada homem culpado pelos seus atos.

No novo longa Lisbeth é contratada para recuperar um programa de computador chamado Firefall que dá acesso ao usuário a todos os mísseis nucleares do planeta.

Balder, que escreveu o software e que a contratou, percebeu que o seu produto era perigoso demais, até para existir.

Ela aceita o trabalho, o executa, mas é roubada e precisará lutar com todas as suas forças e conhecimento contra uma organização criminosa chamada Aranhas, para quem sabe, até salvar a humanidade, além de confrontar seu passado assustador.

“Millennium – A Garota na Teia de Aranha” é um filme que trata de um tema pesado, é violento, tem bastante ação e conta com um ótimo elenco.

O diretor Fede Alvarez fez da história da heroína um filme bom de se ver. Ele é dinâmico, tem ótimas cenas de ação, constrói muito bem o clima de tensão e eleva a personagem principal.

Aliás, a atriz Claire Foy é o destaque do elenco pois traz a já conhecida força da personagem, mas também traz sentimento, que é o que a nova trama pede com o passado batendo à porta de Lisbeth.

Uma ótima opção de entretenimento para quem gosta de filmes cheios de tramas e reviravoltas e para quem é fã da série.

“Millennium – A Garota na Teia de Aranha” é um filme que fala de traumas psicológicos, mas faz isso com muita tensão e muita ação. Interessante!

Título Original: The Girl in the Spider’s Web: A New Dragon Tattoo Story
Gênero: Ação/Suspense/Drama
Tempo de Duração: 1 hora e 56 minutos
Ano de Lançamento: 2018
Direção: Fede Alvarez
Elenco: Claire Foy, Sverrir Gudnason, Sylvia Hoeks, Lakeith Stanfield, Claes Bang, Vicky Krieps, Stephen Merchant, Cameron Britton.

Nenhum comentário: