Crítica Filme "The Post - A Guerra Secreta" - Rita Vaz


“The Post – A Guerra Secreta” é um filme que fala sobre momentos importantes da história dos Estados Unidos, que querendo ou não, acabam influenciando a história do planeta.
No início da década de 1970, o jornal “New York Times” inicia uma série de matérias, com base em documentos sigilosos do Pentágono, denunciando governos norte-americanos que mentiram sobre a atuação do país na Guerra do Vietnã.
O então presidente, Richard Nixon decide processar o jornal, de forma que nada mais fosse divulgado.
Ao mesmo tempo, o jornal “Washington Post” que estava prestes a lançar suas ações na Bolsa de Valores, e era administrado por Kat Graham, precisava urgentemente de uma notícia que o elevasse no mercado jornalístico.
Sendo concedida a proibição ao “New York Times”, os documentos acabaram caindo nas mãos do editor-chefe do “Washington Post” que precisou utilizar todos os seus recursos, profissionais e amistosos, para convencer Kat a publicar a matéria, que poderia trazer sérias consequências para o novo investimento do jornal no mercado de valores.
Esse é o mote principal da história dirigida por Steven Spielberg, mas que tem muitos outros em sua trama.
O longa fala da liberdade de imprensa e de como essa liberdade é importante para a democracia, afinal presidentes podem cair por conta disso; fala do poder masculino que nos anos 1970 abafavam as mulheres como simples donas de casa; fala do empoderamento feminino; fala da ideologia de um grupo de jornalistas; fala da guerra fria; fala do fracasso dos Estados Unidos na Guerra do Vietnã; fala do processo de impressão de um jornal e tantas outras matérias.
Steven Spielberg constrói um filme dinâmico, com um jogo de câmeras que acompanha a movimentação da trama e ainda conta com um elenco estelar para fazer brilhar a sua história.
Tom Hanks está ótimo no papel do editor-chefe Ben Bradlee, mas é Meryl Streep quem, mais uma vez, cresce em cena, e ela consegue fazer isso de uma forma branda, comedida, como era de se esperar das mulheres dessa época, e sua transformação acontece com a mesma suavidade que ela teve desde o início.

“The Post” tem uma história forte, uma direção forte e um elenco forte, seus personagens (todos) ganham força na trama e nos entregam um filme delicioso de ver, tanto pelo momento histórico, como pelo momento cinematográfico. Recomendo!!!

Título Original: The Post
Gênero: Drama/Suspense
Duração: 1 hora e 55 minutos
Ano de Lançamento: 2018
Direção: Steven Spielberg
Elenco: Meryl Streep, Tom Hanks, Sarah Paulson, Bob Odenkirk, Tracy Letts, Bradley Whitford, Bruce Greenwood, Matthew Rhys.

RITA VAZ

Nenhum comentário: