Crítica Filme "Meu Passado Me Condena".




“Meu Passado Me Condena” é a adaptação da série de televisão de mesmo nome, escrita por Tati Bernardi. 

A trama do filme é a mesma da série, Fábio e Mía formam um casal que depois de um mês que se conhecem resolvem casar.

Foi o “amor à primeira vista” que os fez decidirem tão rápido pela união.

Como lua de mel, eles resolvem fazer um cruzeiro e viajam à Itália aproveitando tudo o que um grande navio pode proporcionar.

Fábio é uma pessoa mais ligada à família, tem alguns medos, é brincalhão, hipocondríaco, já Miá é mais ligada ao trabalho e bem mais “resolvida” que ele.

Acontece que durante a viagem eles encontram seus antigos namorados.

Beto, o ex de Miá, agora é um homem também casado, mas de sucesso profissional e financeiro, é rico e inteligente e quando vê Miá não consegue disfarçar que ainda tem uma queda por ela.

Laura, a esposa de Beto, é uma bela mulher e é a paixão escolar de Fábio.

À princípio, Fábio e Miá, não contam um para o outro sobre os seus ex e isso acaba provocando muita confusão e risadas durante o cruzeiro.

Para ajudar nas desventuras dos recém casados, dois funcionários do navio, que estão separados no casamento, mas unidos em pequenos golpes no cruzeiro entram na trama.

Uma comédia romântica leve e engraçada que cumpre o que promete, faz a gente rir sem se preocupar com mais nada durante a projeção, é só sentar e aproveitar.

Nenhum comentário: