Os Suspeitos, Filme com Hugh Jackman, Move Discussão Sobre Crianças Desaparecidas no Brasil


No próximo dia 18 de outubro, a Paris Filmes lança nos cinemas o grande sucesso Os Suspeitos (Prisoners), com Hugh Jackman e Jake Gyllenhaal. O filme, que abriu em primeiro lugar nos Estados Unidos em sua semana de estreia, já acumula uma bilheteria de US$ 62 milhões. Centrado no desaparecimento de duas garotas, Anna (Erin Gerasimovich) e Joy (Kyla Drew Simmons) no Dia de Ação de Graças, a trama do filme mostra os pais das garotas, Keller Dover (Hugh Jackman) e Franklin Birch (Terrence Howard) tentando encontrá-las com a ajuda do Detetive Loki (Jake Gyllenhaal). O filme acende a polêmica discussão sobre o comportamento das famílias em caso de filhos ou parentes desaparecidos.
 
Por isso, em parceria com a ferramenta MeuFilhoSumiu.com, a Paris Filmes, através de suas redes sociais e imprensa divulgará uma cartilha idealizada para que pais e filhos possam ter uma primeira ação no combate aos desaparecimentos. Para os diretores do site, Bruno Neves e Arnaldo Gesuele, “Os Suspeitos traz a tona uma das questões mais discutidas no cenário mundial e que necessita ser estudada e combatida urgentemente pela sociedade brasileira, em parceria com ONGs e autoridades competentes, na busca por soluções para o tema das crianças desaparecidas”. São parceiros do projeto o consultor e Corregedor da Secretaria de Estado da Saúde do Governo de São Paulo Alexandre Zakir e o serviço de comunicação corporativa Maxpress.
 
O embrião da cartilha foi desenvolvido pelo Centro Nacional de Crianças Desaparecidas, dentro da Campanha “Tome 25”. “Infelizmente não há hoje no Brasil uma agência ou organização que centralize todas as informações a respeito de crianças desaparecidas”, diz Katia Dantas, Diretora de Políticas Públicas para a América Latina e o Caribe do ICMEC (International Centre for Missing and Exploited Children). Alguns dos passos recomendados e que serão incluídos na cartilha, cujo desenvolvimento será feito pela sociedade em parceria com as entidades envolvidas e apoio da mídia.

    É preciso ensinar as crianças desde muito pequenas a decorar seu nome completo, seu endereço, telefone e o nome dos pais. Ensine também que essas informações só podem ser passadas a poucas pessoas, como policiais e ou outras pessoas de confiança. 
Ajudar a criança, desde muito cedo, a decorar o telefone de emergência (190 ou outros) para pedir ajuda, se necessário, também é importante.   
A criança deve ser treinada para reconhecer comportamentos que não sejam aceitáveis e o que fazer caso isso aconteça. Ensine a criança que algumas partes do corpo dela jamais podem ser tocadas por adultos. 
É recomendável que os pais emitam um documento de identidade o mais cedo possível e ensinem a criança a sempre carregar seu documento consigo.
É importante ensinar que ao sair de casa, elas devem evitar caminhar perto da pista para evitar que alguém a force a entrar em um carro. Eduque-a também a não se aproximar de carros parados com pessoas dentro ou se um motorista parar para pedir informação.

Nenhum comentário: