O LIVRO VIDA DE BRINQUEDO

O livro Vida de brinquedo conta a experiência de uma boneca que foi jogada fora por sua dona. No lixo, junto com outros brinquedos, agora eles são rejeitados e passam a questionar a vida, suas relações e sonhos.

O autor, Júlio Emílio Braz, propõe, por meio de uma linguagem lúdica e muito criativa, a realidade de que nem tudo é descartável hoje. O livro conduz as crianças à consciência da reciclagem e do reaproveitamento de materiais.

Contextualizando essa situação com o que há de mais próximo e íntimo na vida de uma criança, o brinquedo, a obra visa também, de forma lúdica, expor os valores reais das coisas que refletem na importância que elas têm no universo infantil.

Além de ensinar sobre essa realidade, Vida de brinquedo conduz as crianças a analisar que, assim como os brinquedos, as pessoas também não podem ser descartadas. O livro faz um panorama sobre a rejeição e aborda determinadas atitudes do ser humano que põe de lado pessoas desinteressantes e situações importunas com facilidade sem observar que tudo tem um devido valor e merece respeito.
Júlio nasceu em Manhumirim-MG e começou a trabalhar com quinze anos de idade nas mais variadas áreas. Apesar de ter se formado em Contabilidade sua paixão sempre foi escrever. Produziu inúmeras histórias em quadrinhos e escreveu diversos quadros para programas de televisão. Como autor de livros infanto-juvenil, entre eles Saguairu, obteve o Prêmio Jabuti em 1989.

Nenhum comentário: