Primeira atriz negra trans indicada ao Prêmio Shell, Alitta vence prêmio internacional no Festival Radikal Jung, na Alemanha

Multiartista da favela da Rocinha ganha Melhor Performance por "A Noiva e o Boa Noite Cinderela"

Primeira atriz negra trans indicada ao Prêmio Shell, Alitta (Ex-Blackyva) recebeu o prêmio de Melhor Performance no Radikal Jung Festival, no Teatro Volkstheater, na Alemanha. Conhecida pelas apresentações como Blackyva e a potência do single “Deligência”, a multiartista está em turnê pelo verão europeu com a peça “A Noiva e o Boa Noite Cinderela”, que estreou em 2023, na França, durante a Première do 77 Festival D’Avignon, um dos principais e mais antigos festivais Europeus. “Me senti tão honrada e, encantada pela surpresa, fiz questão de falar que eu era do Rio de Janeiro, da Favela da Rocinha. Me sinto grata pelo olhar do festival com o espetáculo, porque nós não contamos histórias apenas para nós mesmos, mas para atravessar fronteiras.”, destaca Alitta. 

Radikal Jung Festival é um dos eventos mais importantes do ano teatral de Munique, na Alemanha. Na edição deste ano, ocorrida entre 19 a 27 de abril, o grupo de curadores Jens Hillje, Christine Wahl, C. Bernd Sucher e Florian Fischer convidaram novos talentos teatrais que se destacaram pelo seu trabalho no país e na Europa. O festival convidou os atores de “A Noiva e o Boa Noite Cinderela” para uma apresentação especial, no dia 27 de abril, e logo em seguida prestigiou Alitta na categoria de Melhor Performance. Em março deste ano, Alitta foi indicada ao 34º Prêmio Shell de melhor atriz (primeira atriz trans negra a ser indicada), pela interpretação como Nara Leão no espetáculo “Chega de Saudade”. Além da turnê pelas cidades europeias, a multiartista já tem data marcada para voltar ao Brasil para retratar, junto a um elenco apenas de mulheres, o mito de Medeia na peça “Raiva”. 

Nenhum comentário:

Canal Brasil reexibe episódios de "O Papel da Vida", conduzidos por Marina Person

“ O Papel da Vida ”, programa apresentado por Marina Person durante 2 anos no Canal Brasil, terá alguns episódios reprisados a partir de seg...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba