Fábio Barreto recebe homenagem do Canal Brasil na semana em que completaria 67 anos

Fábio Barreto. Crédito: Giuseppe Bizzarri/Folhapress

O cineasta Fábio Barreto completaria 67 anos no dia 6 de junho. No domingo, dia 2, o Canal Brasil exibe uma homenagem ao diretor a partir das 10h30. A mostra especial ocupa a grade até 21h35 com seis longas-metragens que marcaram a carreira do homenageado: “Índia, A Filha do Sol”, “Luzia Homem”, “O Quatrilho”, “Bela Donna”, “A Paixão de Jacobina” e “Lula: O Filho do Brasil”. 

“Índia, a Filha do Sol” abre a mostra e traz Glória Pires no papel da indígena Put’Koi, que se apaixona pelo cabo do Exército Silvério (Nuno Leal Maia) e tem um destino trágico. O filme foi selecionado para a Quinzena dos Realizadores, no Festival de Cannes, e recebeu Menção Honrosa e o Prêmio Especial da Juventude Comunista no Festival de Havana. “Luzia Homem” é protagonizado por Cláudia Ohana e inspirado no romance homônimo de Domingos Olímpio. O longa acompanha a personagem principal que, após presenciar o assassinato dos pais, é criada por um vaqueiro.  

Indicado ao Oscar de Melhor Filme Internacional em 1996, “O Quatrilho” se passa em uma comunidade rural do Rio Grande do Sul e acompanha dois casais, interpretados por Patricia Pillar, Alexandre Paternost, Bruno Campos e Glória Pires, que passam a morar juntos. “Bela Donna” é baseado no romance “Riacho Doce”, de José Lins do Rego, e conta com nomes como Eduardo Moscovis, Letícia Sabatella, Ângelo Antônio e Odilon Wagner no elenco. 

O drama “A Paixão de Jacobina” traz Letícia Spiller como a protagonista Jacobina, líder de uma seita no Rio Grande do Sul que tem problemas com os líderes da sociedade local. O filme é baseado no romance “Videiras de Cristal”, de Luiz Antônio de Assis Brasil. “Lula: O Filho do Brasil” encerra a programação especial com a biografia do presidente desde seu nascimento até se tornar líder sindical.


Maratona Fábio Barreto

Horário: Domingo, 2/06, a partir das 10h30


Índia, Filha do Sol (1982) (85’)

Horário: Domingo, 2/06, às 10h30

Direção: Fábio Barreto

Classificação: 16 anos

Sinopse: Numa aldeia no interior de Goiás, vivem a jovem indígena Put´Koi e seu pai. Ao conhecer o cabo do Exército Sulivero, a menina se apaixona, e os dois iniciam um conturbado romance.


Luzia Homem (1988) (105’)

Horário: Domingo, 2/06, às 11h55

Direção: Fábio Barreto

Classificação: 14 anos

Sinopse: Após presenciar o assassinato de seus pais, Luzia é criada por um vaqueiro e adota os costumes masculinos do sertão. Ela cresce e busca vingança contra o assassino de sua família, mas acaba encontrando o amor.


O Quatrilho (1995) (111’)

Horário: Domingo, 2/06, às 13h45

Direção: Fábio Barreto

Classificação: Livre

Sinopse: Celebra-se o casamento de Ângelo e Teresa. Com o passar do tempo, porém, Teresa desencanta-se. Mássimo chega ao povoado e, quando a encontra, não consegue esconder a imediata atração que sente.


Bela Donna (1998) (107’)

Horário: Domingo, 2/06, às 15h45

Direção: Fábio Barreto

Classificação: 14 anos

Sinopse: Um casal de americanos chega ao Ceará. As diferenças culturais provocam efeitos contrários: Frank não se adapta ao novo país; já Donna integra-se aos hábitos da região e conhece um pescador local.


A Paixão de Jacobina (2002) (102’)

Horário: Domingo, 2/06, às 17h35

Direção: Fábio Barreto

Classificação: 14 anos

Sinopse: Em 1871, no RS, a jovem Jacobina torna-se líder de uma seita. Curando e pregando a salvação da alma através da felicidade e da igualdade, a heroína não agrada os líderes da sociedade local.


Lula, o Filho do Brasil (2009) (131’)

Horário: Domingo, 2/06, às 19h20

Direção: Fábio Barreto

Classificação: 12 anos

Sinopse: Cinebiografia do ex-presidente Lula. O longa narra sua trajetória pessoal e profissional, do nascimento até se tornar líder sindical.

Nenhum comentário:

O Longa NINGUÉM SAI VIVO DAQUI, de André Ristum, Acaba de Ganhar Cartaz Oficial

Com roteiro inspirado no livro Holocausto Brasileiro, da jornalista Daniela Arbex, o longa NINGUÉM SAI VIVO DAQUI acompanha a jornada de Eli...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba