Canal Brasil exibe imagens inéditas do set de "Baby", longa premiado em Cannes

João Pedro Mariano e Ricardo Teodoro em "Baby". Fotos: Divulgação

O Canal Brasil vai exibir um Cinejornal especial com os bastidores do longa "Baby", premiado na 63ª Semana da Crítica de Cannes. O filme, uma coprodução do canal, venceu a categoria de Melhor Ator Revelação pelo trabalho de Ricardo Teodoro, que interpreta Ronaldo, um dos protagonistas. O programa, que será exibido no sábado, dia 25, às 13h15, conta com entrevistas de Kiko Mollica com o diretor Marcelo Caetano, com o produtor Ivan Melo e com os atores João Pedro Mariano, que vive Baby, e Ricardo Teodoro.

No Cinejornal, Kiko Mollica vai até o centro de São Paulo, em uma das diárias de filmagem de "Baby". Com Marcelo Caetano, ele conversa sobre a trama e a mensagem do longa. "É um filme sobre movimento. Tanto o movimento dentro da cidade, estamos passando por diversos espaços do centro de São Paulo, espaços não só de prostituição, mas espaços afetivos desses personagens, quanto o movimento dessa relação (entre Baby e Ronaldo), de como ela vai se transformando e como esses personagens vão se transformando no encontro entre eles, o Ronaldo vai ficando mais doce e o Baby uma figura com mais defesas. É um filme sobre essa movimentação dos corpos na cidade e também essa movimentação das emoções dentro de uma relação". 

Ricardo Teodoro, vencedor do prêmio em Cannes, fala com Kiko sobre seu papel. "O Ronaldo é um personagem que está ao lado de Baby nessa trajetória, nessa odisseia do personagem. Ele é um cara que tem um senso de urgência muito grande e é um garoto de programa. É muito legal retratar no filme a vida familiar, a vida de casa, as relações profundas que esse personagem tem, que acabam não sendo mostradas em filmes", conta. João Pedro Mariano também dá detalhes sobre Baby, o protagonista. "Ele é uma pessoa muito calorosa, traz muitas emoções. É um personagem jovem, que acaba de sair de um sistema sócio educativo, a Fundação Casa, e cai no mundão, para tentar ressocializar, tentar se inserir na sociedade novamente. É uma loucura, são várias camadas, uma coisa difícil e complexa, mas um personagem bem gostoso de trabalhar". 

"Baby" conta uma história de amor moderna e conturbada, uma paixão que vem de uma amizade e é difícil de ser definida. A trama acompanha Wellington (João Pedro Mariano) que, após ser liberado de um centro de detenção para jovens, se vê perdido e, em suas andanças pelo Centro de São Paulo, conhece o garoto de programa Ronaldo (Ricardo Teodoro). Os dois criam uma relação que evolui para a construção de um amor peculiar, cheio de conflitos e brigas, mas também de cuidado, cumplicidade e proteção.

Cinejornal com bastidores de "Baby"

Horário: sábado, 25/05, às 13h15

Nenhum comentário:

Produzido por Sean Baker, 'Aquela Sensação que o Tempo de Fazer Algo Passou' chega aos cinemas em 27/6

Aquela Sensação Que o Tempo de Fazer Algo Passou”, filme escrito, dirigido e protagonizado por Joanna Arnow (“Chained for Life”), ganha trai...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba