Documentário "POVO DA FLORESTA" destaca o legado de Chico Mendes na Amazônia Acreana

Tendo como cenário a Reserva Extrativista Chico Mendes e seus arredores, na Amazônia acreana, o documentário POVO DA FLORESTA retrata a vida de ribeirinhos, extrativistas e indígenas. 

Com direção de Rafa Calil, o filme terá uma sessão de estreia no Cine Olido (Av. São João, 473) hoje (18), às 19h, seguido de debate com o diretor. O longa fica em cartaz no cinema todos os dias às 18h. O filme é uma produção da Duo2.TV, em coprodução com a Globo Filmes, e distribuição da Olé Produções.

Ganhador do prêmio de Melhor Filme, no Festival Internacional de Cine Austral - FICA, sediado na Argentina, o documentário destaca o legado de Chico Mendes na Reserva Extrativista Chico Mendes, no Seringal Cachoeira, levando à tela a rica história da comunidade seringueira. 

“Eu tinha a vontade de falar muito do hoje, sobre quem está lá, vive lá, quais são os conflitos que existem lá. E obviamente eu não podia descartar o contexto histórico disso, principalmente naquela região onde viveu Chico Mendes. Procuramos dentro do filme mostrar como o Chico ainda é onipresente lá dentro da floresta", explica Calil, em entrevista. 

A ideia do cineasta, com o projeto, era de trazer a realidade dos povos da floresta das pessoas que vivem nas cidades. Fazendo viagens à Amazônia desde 2005, com o filme, ele tem a ideia de desconstruir a visão um tanto romantizada que a maioria das pessoas têm da região. 

“A Amazônia, para quem não vai até lá, está num imaginário muito distante. Parece que ela sempre vai estar lá, que ela é imortal, infinita, porque você olha e parece tão vasta. Mas quando você vai para lá percebe um monte de conflitos que só reduzem a floresta.” 

POVO DA FLORESTA permanece não apenas como um registro visual poderoso, mas como uma peça fundamental na discussão global sobre sustentabilidade, justiça social e respeito pela natureza. 

POVO DA FLORESTA é uma produção da Duo2.TV, e coprodução da Globo Filmes.

 

Sinopse

Um documentário sobre o legado da luta de Chico Mendes. O filme acompanha o cotidiano dos moradores do Seringal Cachoeira, onde Chico cresceu, revelando os desdobramentos da luta de um dos maiores ambientalistas brasileiros. O legado de Chico reverbera na região que ainda lida com muitos desafios para garantir que a floresta continue em pé. 

Ficha técnica

Diretor: Rafa Calil

Assistente de direção: André Soler

Produção executiva: Rafa Calil , Tito Sabatini

Pesquisa: Julia Franceschini, Eduardo Biaia

Roteiro: Rafa Calil

Script Doctor: Fernanda Polacow

Diretor de fotografia: André Soler

Câmera: Rafa Calil, André Soler

Som direto: André Soler

Montagem: Felipe Calil, Pedro Corradi

Coordenador de produção: Bruno Oliveira

Diretor de produção: Felipe Miranda


Nenhum comentário:

Canal Brasil reexibe episódios de "O Papel da Vida", conduzidos por Marina Person

“ O Papel da Vida ”, programa apresentado por Marina Person durante 2 anos no Canal Brasil, terá alguns episódios reprisados a partir de seg...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba