Canal Brasil exibe conteúdo especial no mês da Consciência Negra

 



O inédito “Cabeça de Nêgo”, “Marielle, o Documentário”. Crédito: Divulgação.

No Mês da Consciência Negra, o Canal Brasil vai exibir uma maratona especial com programas, séries, documentários, curtas e longa-metragens protagonizados ou dirigidos por cineastas e atores negros, entre os dias 20 e 26 de novembro. Serão duas faixas fixas que vão ao ar sempre às 20h55 e às 22h30, além da exibição de filmes todos os dias, a partir de 0h. 

Na seleção, estão sete estreias: os longas "Cabeça de Nêgo" (2020), de Déo Cardoso; "O Pai da Rita" (2021), de Joel Zito Araújo; e "Canção ao Longe" (2021), de Clarissa Campolina; e os curtas "Baile" (2023), dirigido por Cíntia Domit Bittar; "Espelho" (2023), de Luciana Oliveira; "Nossa Mãe era Atriz" (2023), de André Novais Oliveira; e "Nossos Passos Seguirão os Seus" (2023) de Uilton Oliveira; os três últimos inéditos na TV. No próprio dia 20 será exibida uma entrevista inédita com Tony Tornado, no Cinejornal, às 13h15. 

 

O premiado "Cabeça de Nego", de Déo Cardoso, conta a história de Saulo (Lucas Limeira), que é expulso da escola após reagir a um insulto racista, mas se recusa a deixar o local e dá início a uma mobilização coletiva. Val Perré e Jéssica Ellen também fazem participações especiais no longa, que estreia na madrugada de domingo, 19, para segunda, 20, à 0h. "O Pai da Rita" estreia na segunda, dia 20, às 22h30. A comédia dramática é inspirada na música "A Rita", de Chico Buarque, e traz no elenco nomes como Ailton Graça, Jéssica Barbosa, Wilson Rabelo, Paulo Betti, Léa Garcia e Elisa Lucinda. 

 

O inédito "Canção ao Longe" vai ao ar no dia 26, às 19h40, e acompanha Jimena (Mônica Maria), uma jovem em busca de sua identidade, o cotidiano com sua mãe e avó, além da troca de cartas com o pai, que deixou o Brasil quando ela tinha apenas quatro anos. O filme é o primeiro longa solo de Clarissa Campolina e ganhou na categoria de melhor ator (Carlos  Francisco) no 55º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, em 2022. 

 

Em "Espelho", a protagonista Esperanza (Elisa Lemos) vive uma confusão interna e busca encontrar a si mesma e sua espiritualidade. O curta, inédito na TV, estreia no canal no dia 20, às 12h45, e já foi exibido em festivais nacionais, como a 5ª Mostra Ousmane Sembene de Cinema Negro, na Bahia; e internacionais, como o LA Black Film Festival, em Los Angeles. "Baile" teve sua estreia no Kinoforum, o Festival Internacional de Curtas de São Paulo, e, ainda inédito na TV, chega ao Canal Brasil no dia 21, às 12h45. O filme acompanha um dia na vida de Andréa, uma menina de 10 anos, negra e periférica que, durante um passeio da escola, percebe a falta de diversidade em espaços de poder. 

 

Em "Nossa Mãe era Atriz", o diretor André Novais Oliveira conta a história de sua mãe, Maria José Novais Oliveira, uma senhora negra que se tornou atriz aos 60 anos e conquistou uma carreira premiada no Brasil e no mundo. Inédito, o filme vai ao ar no dia 22, às 23h45. O curta "Nossos Passos Seguirão Os Seus" resgata a trajetória de Domingos Passos e sua importância para o movimento social brasileiro como uma liderança sindical e anarquista durante a Primeira República, entre 1889 e 1930. O filme teve estreia mundial em Paris, durante o Festival Brésil en Mouvements, e vai ao ar no Canal Brasil no dia 23, às 20h35.

 

A programação especial também conta com séries e terá início com o primeiro episódio de "Milton e o Clube da Esquina", no dia 20, às 17h30, que traz a história por trás do Clube da Esquina, contada através de entrevistas com personalidades da música brasileira. Logo em seguida, no mesmo dia, é exibido o primeiro episódio de "Marielle, O Documentário", às 18h, com a história do assassinato da vereadora Marielle Franco, em março de 2018.

 

A maratona ainda vai apresentar conteúdos musicais, como os shows "Alcione - O Samba é Primo do Jazz", de Angela Zoé, e "Paulinho da Viola – Meu Tempo É Hoje", de Izabel Jaguaribe. Filmes consagrados pelo público também serão exibidos, como "Cidade de Deus", de Fernando Meirelles e Kátia Lund; "Marte Um", de Gabriel Martins;  e "Madame Satã", de Karim Aïnouz.

 

Nenhum comentário:

Últimos dias: inscrições abertas até 20 de junho para concorrer a vaga no SeriesMakers com uma Bolsa Paradiso

O SeriesMakers, uma iniciativa do Series Mania, o maior festival de TV da Europa, e do Beta Group, uma potência do cinema e da TV na Europa,...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba