🎥  1º Festival Cinépolis do Cinema Nordestino

A Cinépolis, maior operadora de cinemas da América Latina, continua a oferecer sessões adaptadas, tem o prazer de anunciar o 1º Festival Cinépolis do Cinema Nordestino, que terá sua edição inaugural realizada e distribuída, simultaneamente, por quatro capitais da região: João Pessoa, Fortaleza, Natal e São Luís.


O evento está agendado para o período de 12 a 18 de outubro e conta com a produção e curadoria da Bolandeira Arte & Films, a mesma produtora que chancela o Fest Aruanda, mais antigo festival da capital paraibana.

Esta iniciativa é inédita no contexto do parque exibidor brasileiro e reflete a visão compartilhada pela produtora, que mantém uma parceria com a rede Cinépolis desde 2015. O diretor da Cinépolis Brasil, Luiz Gonzaga de Luca, também renomado estudioso e pesquisador do cinema e seu suporte digital, acredita que a realização deste primeiro festival é uma forma inequívoca de valorizar o cinema produzido no Nordeste:

Nos muitos anos em que se realiza o Festival Aruanda em João Pessoa, formou-se um expressivo público fiel ao evento, tendo a cada ano, a introdução de uma geração mais jovem ansiosa em ver aos filmes. Chamou-nos a atenção que, mesmo existindo muitos festivais em capitais dos estados do Nordeste, falta um reconhecimento que existe uma cinematografia regional de um cinema com características tão distintas e, ao mesmo tempo, confluentes. Muitos cinemas do Brasil realizam festivais que engradecem a cinematografia de outros países. Porém, não existe um festival não competitivo que mostre a riqueza dos filmes produzidos fora do eixo Rio-São Paulo. Começaremos por apresentá-los em 4 capitais do Nordeste, mas temos a ambição que seja possível em curto prazo estender a exibição para todos os estados do país.”

O 1º Festival Cinépolis será uma oportunidade de reconhecer e legitimar o trabalho de cineastas veteranos e saudosos dos quatro estados, uma ideia que nasceu junto com o projeto, idealizado por Luiz Gonzaga de Luca.
 
Começaremos por apresentar filmes nas 4 capitais do Nordeste, mas temos a ambição que seja possível, em médio prazo, estender a exibição para todos os estados do país, propiciando o aumento da capacidade de arrecadação dos filmes nordestinos em outros mercados do país.”, comenta Gonzaga.
 
A curadoria, assinada por
Lúcio Vilar, fundador e diretor do Fest Aruanda, será um recorte do que há de mais significativo nos últimos anos da produção audiovisual do Nordeste.
 
Além disso, vamos destacar em cada estado, dois profissionais veteranos e em atuação, assim como dois que serão homenageados postumamente, por suas respectivas contribuições históricas”, acrescenta o curador que reitera o sentido de valorização do cinema com “sotaque nordestino’ e o ineditismo do evento.
 
Os homenageados da primeira edição do Festival são: 
Eliézer Rolim (Paraíba), Carlos Augusto Ribeiro Jr. (Rio Grande do Norte), Rosemberg Cariry (Ceará) e Murilo Santos (Maranhão).

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba