Documentário com Silvero Pereira e ficção com temática trans estreiam no Canal Brasil



Duas produções que abordam a visibilidade trans estreiam no Canal Brasil em setembro, o drama "Valentina", que vai ao ar nesta sexta, 8, às 19h55, e o documentário "BR Trans", que será exibido na quarta, 13, às 20h. Dirigido por Cássio Pereira dos Santos, "Valentina" traz Thiessa Woinbackk no papel de uma jovem trans que se muda com a mãe para uma cidade no interior de Minas Gerais. Já a coprodução inédita do Canal Brasil "BR Trans", documentário de Raphael Alvarez e Tatiana Issa, apresenta histórias reais de pessoas transexuais, misturadas a elementos ficcionais. 

Estrelado por Thiessa Woinbackk e Guta Stresser, "Valentina" acompanha a protagonista na busca por privacidade ao se mudar para o interior mineiro com a mãe. A menina quer se matricular com o nome social para evitar intimidações por parte dos colegas de turma, porém a escola passa a exigir a assinatura do pai ausente da jovem para a matrícula, criando um dilema para a família. O longa conquistou os prêmios de Melhor Longa-Metragem Brasileiro, Melhor Roteiro, Melhor Interpretação (para Thiessa) e o Prêmio do Público de Melhor Longa Metragem Nacional no Festival Mix Brasil 2020. A protagonista Thiessa Woinbackk também conquistou os troféus de Melhor Atriz do Júri Internacional e Menção Honrosa do Júri Oficial para Interpretação na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo de 2020. 

"BR Trans" dá voz à população transexual brasileira, um dos grupos mais marginalizados e vítimas de violência no país. Dados da Associação Nacional de Travestis e Transexuais apontam que, há 14 anos, o Brasil é o país com mais mortes de pessoas trans e travestis em todo o mundo. O filme apresenta histórias reais justapostas com uma peça teatral protagonizada pelo ator Silvero Pereira em uma busca por afeto e empatia. A produção vai ao ar no canal na faixa "É Tudo Verdade", dedicada ao mais importante festival de documentários do país e com curadoria do crítico de cinema, jornalista e escritor Amir Labaki. 


Valentina (2015) (95’)
ESTREIA
Horário: Sexta, 08/09, às 19h55
Classificação: 12 anos
Direção: Cássio Pereira dos Santos
Sinopse: O filme conta a história de Valentina, uma jovem trans que se muda para o interior de Minas com a mãe, Márcia (Guta Stresser), para um recomeço. Com receio de ser intimidada na nova escola, a garota busca mais privacidade e tenta se matricular com seu nome social. No entanto, a menina e a mãe começam a enfrentar dilemas quando a escola começa a exigir, de forma injusta, a assinatura do pai ausente (Rômulo Braga) para realizar a matrícula.


BR Trans (2021) (77’)
COPRODUÇÃO
INÉDITO
[É Tudo Verdade]
Horário: Quarta, 13/09, às 20h
Classificação: 16 anos
Direção: Raphael Alvarez e Tatiana Issa
Sinopse: BR Trans é um documentário que dá voz à população mais marginalizada e assassinada no Brasil de hoje: transexuais. Por meio da justaposição de uma peça de teatro protagonizada por Silvero Pereira, histórias reais e ficção se misturam em busca de sentimentos como o afeto e empatia.

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba