Crítica Filme "Ruim Pra Cachorro" por Rita Vaz

 

Estreia nesta quinta-feira o filme “Ruim Pra Cachorro” sob a direção de Josh Greenbaun (“Duas Tias Loucas de Férias”, “Becoming Bond”).

Em primeiro lugar já é bom avisar que esse filme é para adultos, em hipótese alguma para crianças. Nos Estados Unidos esse foi o primeiro live-action com animais falantes a receber classificação para maiores, e aqui no Brasil, ele não é recomendado para menores de dezesseis anos.

Mas, por quê? Eles são tão fofos?!

São sim, mas, falam muita besteira, estão soltos no mundo e fazem muita bobagem também.

Mas, falemos da história do longa que é bem interessante. Na trama conhecemos Reggie (Will Ferrell), um Border Terrier ingênuo e otimista que ama seu dono, Doug (Will Forte).

O que ele não sabe, pois, é novo, é que ele tem uma relação tóxica com seu dono, pois, ele o maltrata e ele não percebe, quer dizer, percebe, mas, não sabe o que é certo e o que é errado.

Depois de várias tentativas, o dono de Reggie o abandona, em um lugar bem distante. E só quando Reggie se vê realmente sozinho e encontra outros cachorros, é que ele entende que sempre foi maltratado e que foi abandonado, apesar de todo o amor que ele tinha por Doug.

A partir do momento que ele se dá conta disso, decide voltar para casa e se vingar, tirando o que mais de precioso existe para o seu ex-dono, seu p3n1s. (Isso não é spoiler, está no trailer!).

Junto de seus novos amigos, Roug inicia uma jornada cheia de obstáculos e muitas confusões para atingir seu objetivo.

O diretor Josh Greenbaun entrega um filme prá lá de engraçado e estranho, porque você não espera ouvir o que ouve, ou ver o que vê, daquelas criaturinhas tão fofinhas.

E ainda conta com um trabalho de efeitos especiais de alta qualidade. Foram usados cachorros reais e animatrônicos durante as gravações do filme, e em 95% das cenas, os cachorros são reais.

“Ruim Pra Cachorro” é uma comédia adulta, engraçada, diferente do que estamos acostumados a ver, e por isso mesmo vale a sua ida ao cinema. Diversão e risos na certa!

Nenhum comentário:

Festival de Cinema Brasileiro de Paris anuncia programação completa de sua 26ª edição

"Nas Ondas de Dorival Caymmi", "Barravento", "Nosso Sonho" e "Meu Nome É Gal".  O Festival de Cinema...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba