O PREMIADO "EAMI", DE PAZ ENCINA, ESTREIA DIA 17 DE AGOSTO EM CINEMAS SELECIONADOS

 

O inédito docudrama paraguaio "Eami", da diretora Paz Encina, estreia em cinemas selecionados no próximo dia 17 de Agosto, um dia antes (16/08) às 20h45.acontece a sua pré-estreia gratuita e aberta ao público na Cinemateca Brasileira de São Paulo. O lançamento é da  FILMICCA, distribuidora e streaming de cinema autoral, cult e independente,

Falado na Língua Ayoreo, o novo filme de Paz Encina (do aclamado "Hamaca Paraguaya") recebeu o Tiger Award de Melhor Filme, prêmio principal do Festival de Rotterdam, além de ser o representante do Paraguai no Oscar 2023.

"Eami" conta a história de  Asoja - mulher-deusa-pássaro que transmuta seu espírito. Ela era um tigre, ela era uma planta, ela era uma onça e hoje ela é uma menina, Eami, que deve curar sua dor.

A obra é uma história sobre pessoas deslocadas. É a memória de um povo que deve migrar de seu lugar de origem – uma selva cada vez menor do Chaco paraguaio – para se tornar "coñone", uma palavra ayoreo que significa insensível ou tolo, e é a palavra que eles usam para nos definir.

 

PRÉ-ESTREIA GRATUITA | CINEMATECA BRASILEIRA

"Eami" terá uma pré-estreia gratuita na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, no dia 16 de Agosto. A retirada dos ingressos é 1 hora antes da sessão.

Quando: 16 de Agosto, quarta-feira, às 20h45
Onde: Cinemateca Brasileira – Largo Sen. Raul Cardoso, 207 - Vila Clementino, São Paulo - SP, 04021-070
Ingressos: Gratuito. Retirada 1 hora antes da sessão.

 

O QUE A IMPRENSA INTERNACIONAL ESTA FALANDO SOBRE O FILME

"Um filme que joga com ritmos e sensibilidades, em partes iguais é um documentário sobre a natureza e é um poema coral, um ensaio experimental de memória que é também uma elegia urgente para um povo, uma floresta, um mundo." Manuel Betancourt, Variety

"Uma homenagem lírica à uma comunidade indígena paraguaia ameaçada. É uma poderosa acusação da natureza consumista do mundo moderno, já que o colonialismo continua a devorar as terras indígenas." Kambole Campbell, Sight and Sound

"Encina afirma-se como uma das vozes mais coerentes do cinema regional, uma realizadora que pensa a sua envolvência e os costumes locais através da linguagem cinematográfica." Ezequiel Boetti, Otroscines

"Uma experiência única e imersiva que nos leva a um diferente tempo e espaço de onde podemos sentir a violência perpétua que afeta as comunidades indígenas." Emiliano Basile, EscribiendoCine

"Urgente e assombrosa, mas delicada e comedida, EAMI dá voz a um povo que está sem voz há muito tempo. É um filme que merece ser visto tanto pela mensagem que transmite como pela forma poética mas também angustiante com que a comunica." Marc van de Klashorst, International Cinephile Society

"Uma homenagem a um povo indígena e seu jeito de ser, uma denúncia do nosso "progresso", toda uma História da humanidade – e o que faz em tão pouco tempo é em si um pequeno milagre." Leonardo Goi, The Film Stage

EQUIPE E ELENCO

Direção e Roteiro: Paz Encina

Elenco: Anel Picanerai, Curia Chiquejno Etacoro, Ducubaide Chiquenoi, Basui Picanerai Etacore, Lucas Etacori, Guesa Picanerai, Lazaro Dosapei Cutamijo, Catebia Picanere Chiqueño, Jonatan Chiqueño Etacore, Hernán Bego Dosapei Cutamijo

Direção de Fotografia: Guillermo Saposnik

Editor: Jordana Berg

Som e Mixagem: Javier Umpierrez

Música: Joraine Picanerai, Fernando Velázquez Vezzetti

Efeitos Visuais: Filmmore, Stefan Bekhuijzen

Produtor: Paz Encina

Produção: El Silêncio Cine

Coprodução: Black Forest Films, Fortuna Films, Gaman Cine, Revolver Amsterdam, Mpm Film, Eaux Vives Productions, Louverture Films, Piano, Barraca Producciones, Grupo Lvt, Sagax Entertainment, Splendor Omnia, Sabaté Films

 

FICHA TÉCNICA

Título: Eami

País: Paraguai, França, Argentina, México, Países Baixos e Alemanha

Duração: 85 min.

Ano: 2022

Gênero: Documentário e Drama

Classificação: A12

Data de Estreia em Cinemas Selecionados: 17 de Agosto de 2023

BIOGRAFIA | PAZ ENCINA

Paz Encina é a primeira diretora paraguaia a integrar a Academia de Cinema de Hollywood. Diretora e roteirista, é conhecida por seu drama "Hamaca Paraguaya" (2006), vencedor do Prêmio FIPRESCI do Festival de Cinema de Cannes. Bacharel em Cinematografia pela Universidad del Cine de Buenos Aires, Paz Encina teve seus trabalhos como diretora exibidos em locais como o Harvard Film Archives, o BAMFA / Berkeley Art Museum e o Pacific Film Archive e o MOMA em Nova York. Criou em 2016 o Silencio Lab, plataforma por meio da qual ministra seminários para formar jovens talentos paraguaios. "Eami", seu filme mais recente, ganhou o Tiger Awards, prêmio principal do Festival de Rotterdam.

Nenhum comentário:

Crítica Filme "Ferrari" por Rita Vaz

Estreia nesta quinta-feira o filme “Ferrari” dirigido pelo cineasta Michael Mann, que também já dirigiu grandes produções, como “O Último do...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba