ALDEOTAS fará sua première mundial na Mostra de São Paulo no dia 28/10

 

Renomado ator de teatro, cinema e televisão, Gero Camilo estreia como diretor de longas com ALDEOTAS, que parte de sua peça homônima, e aqui ganha uma releitura cinematográfica protagonizada por ele e Marat Descartes, atores da montagem original. 

O filme terá sua primeira sessão no país no dia 28 de outubro, na programação da 46a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, na Cinemateca Brasileira, às 21h30. A produção é assinada pela Gullane, em coprodução com Nip e Macaúba Produções, e estreia nos cinemas, também com distribuição da Gullane, no dia 10 de novembro em Fortaleza e 17 de novembro em São Paulo e Rio de Janeiro. 

“A Mostra de São Paulo é minha casa. Os filmes que fiz como ator passaram por aqui. Meus primeiros curtas como diretor passaram por aqui. E ter a pré estreia de Aldeotas, meu primeiro longa-metragem, na reabertura da Cinemateca de SP é uma honra e uma celebração.”, diz o diretor Gero Camilo.

ALDEOTAS acaba de divulgar seu pôster oficial, que destaca os personagens Levi (Camilo) e Elias (Descartes), e sua relação de amizade e cumplicidade marcada pela troca de cartas, textos e o compartilhamento de experiências em comum.

Sobre o Filme

Montada inicialmente em 2004, peça ficou em cartaz por mais de uma década, e foi vencedora dos prêmios Shell e Qualidade Brasil, mas Camilo gosta de ressaltar que peça e filme são duas obras independentes, que mantém uma relação, mas cada uma se vale das ferramentas de seu meio, teatro e cinema, para trazer a história dos dois amigos.

“Determinadas obras nos tiram o fôlego ou nos alcançam silêncios conduzidos por atores, que construindo narrativas com as quais nos identificamos, alcançam o nosso imaginário capaz de nos transportar pro absurdo, pro surreal do cotidiano,” explica o ator diretor e roteirista.

A narrativa acompanha dois amigos, o poeta Levi  e Elias, que se conhecem desde a infância, mas acabam se separando por 17 anos, quando primeiro resolve ir embora da pequena cidade conservadora onde moram para viver uma vida mais livre num grande centro urbano. A ideia era fugirem juntos, mas seu amigo acaba desistindo. Eles irão se encontrar apenas quando Levi volta à cidade para o velório de seu amigo. 

Com uma linguagem poética, o filme, rodado num galpão no bairro da Mooca (SP), investiga os caminhos da memória, amizade, do desejo, das forças repressoras e do anseio de liberdade por meio da longa amizade de Levi e Elias. “A comunhão do cinema, o encontro artístico entre direção, fotografia e arte levam o filme para paisagens muito próprias não usando o naturalismo como opção narrativa.”

Amigos de longa data, e experientes no audiovisual e teatro, Gero e Marat ainda não haviam contracenado no cinema. “A partir do nosso reencontro em cena, naturalmente, veio tudo à tona, toda história e relação dos personagens. Só foi necessário dosar a energia a e interpretação para caber no formato do cinema”, explica Marat.

 

ALDEOTAS na MOSTRA:

28/10 – 21h30

Cinemateca Brasileira – Sala Grande Otelo

Endereço: Largo Sen. Raul Cardoso, 207 - Vila Clementino

Sinopse

Filme inspirado na peça Aldeotas, de Gero Camilo, conta a história de dois amigos que se separam aos 17 anos em meio aos conflitos da adolescência turbulenta na pequena e conservadora Coti das Fuças, interior do Brasil. Levi, poeta, cansado de sofrer abusos, cumpre o plano de fugirem pra uma cidade grande mais liberal.  Enquanto Elias, oprimido pela violência do seu pai, desiste de partir. Aos 50 anos, Levi volta para reencontrar o amigo no dia de seu funeral onde as memórias dos dois são revividas antes do último adeus.

Ficha Técnica

Direção: Gero Camilo 

Roteiro: Gero Camilo 

Elenco: Gero Camilo, Marat Descarte


Nenhum comentário:

CineSesc de 25.04 a 1.05

                                                                   La Chimera e Dorival Caymmi são destaques no CineSesc   A semana conta co...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba