FestCine Pedra Azul: "Coração de Neon" é indicado em todas as categorias do festival



Das seis categorias destinadas aos longa-metragens brasileiros, filme curitibano conquistou espaço em todas

O filme “Coração de Neon” acaba de emplacar mais uma conquista arrebatadora: a indicação em todas as categorias para longa-metragens brasileiros do FestCine PedraAzul, o festival de cinema mais charmoso do Espírito Santo, no Sudeste brasileiro. O Festival será realizado entre os dias 9 e 13 de agosto e deverá divulgar no último dia os premiados.

Conheça a equipe do “Coração” indicada ao FestCine:

*Melhor Filme*: Coração de Neon
*Melhor Diretor*: Lucas Estevan Soares
*Melhor Roteirista*: Lucas Estevan Soares
*Melhor Atriz*: Ana de Ferro
*Melhor Ator*: Lucas Estevan Soares
*Melhor Diretor Fotografia*: Eduardo Ribeiro
Além dos longa-metragens brasileiros, o FestCine também vai premiar obras internacionais, documentários e curta-metragens.

Filme e equipe

O Coração de Neon é uma produção da International House of Cinema (IHC) e tem como produtores Rhaissa Gonçalves e Lucas Estevan Soares. É o primeiro filme do cinema nacional a retratar Curitiba como nunca antes visto.

Também é o primeiro filme brasileiro com som imersivo Dolby Atmos. Apesar do Brasil já ter aproximadamente 40 salas com a tecnologia, apenas filmes estrangeiros exibidos no Brasil reproduziam os sons em Atmos.

O longa-metragem não dependeu de financiamentos externos ou leis de incentivo. O aporte para o filme, rodado no fim de 2019, veio integralmente dos produtores Lucas e Rhaissa. Agora, a obra está em fase de parcerias comerciais e preparação para o lançamento, que deve ocorrer em março de 2023. A pré-estreia, inclusive, contará com um formato inédito tanto na exibição, quanto na recepção dos convidados e ocorrerá no Teatro Positivo, em Curitiba.

Reconhecimentos

A indicação em todas as categorias do FestCine Pedra Azul vem após alguns importantes prêmios e reconhecimentos internacionais. Um dos prêmios foi o Special Juri Remi Award (55º WorldFest Houston International Film Festival, realizado nos Estados Unidos), ou seja, a escolha do júri como o melhor filme do festival. O World Fest já revelou nomes importantes como Steven Spielberg e Ang Lee. Também foi o melhor filme de língua estrangeira do International Russia Film Festival.

Mas um dos grandes feitos não veio exatamente em forma de prêmio. Durante o Festival de Cannes, na França, “Coração de Neon” foi aclamado pela crítica e considerado como aposta para o “novo cinema popular brasileiro”.

 

Sobre o filme

“Coração de Neon” conta a história de Fernando, um jovem sonhador que ao lado de seu pai, o Lau, dirige um carro de mensagens, o Coração de Neon (Boquelove, para os íntimos, uma referência ao bairro Boqueirão, em Curitiba, onde o filme é gravado). Eles sonham em levar o serviço para os Estados Unidos, mas uma das mensagens que eles vão entregar, que seria um pedido de perdão, acaba em tragédia depois de uma apresentação malsucedida. A vida de Fernando muda por completo e ele acaba embarcando numa jornada alucinante em nome do amor.

Sobre o IHC

International House of Cinema, a produtora audiovisual também chamada de IHC, foi fundada em outubro de 2012 por Lucas Estevan Soares, na cidade de Curitiba, Brasil. Nesses 10 anos de empresa, o IHC realizou centenas de produções comerciais, curtas-metragens e documentários.

Em 2017, Lucas inaugurou uma segunda sede da empresa em Miami, nos Estados Unidos, juntamente com sua sócia Rhaissa Gonçalves. O sucesso do empreendimento nos Estados Unidos permitiu o investimento no primeiro longa-metragem da produtora, o "Coração de Neon", que tem lançamento previsto para 2023.

Desde 2019, o IHC vem focando na produção de conteúdo original e, em 2021, abre também uma distribuidora para comercializar suas próprias produções e adquirir títulos nacionais e internacionais.

 

Nenhum comentário:

Crítica Filme "Trem-Bala" por Rita Vaz

  Estreia nesta quinta-feira, dia 4 de agosto o filme “Trem Bala” sob a direção de David Leitch (“Dead Pool 2”, “Atômica”, “John Wick” e out...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba