Com filmes inéditos, Festival online VOLTA AO MUNDO: HOLANDA começa dia 14

Foto - Filme Eu Não Quero Dançar (I Don't Wanna Dance)

A partir de 14 de abril, chega ao streaming À La Carte o festival "Volta ao Mundo: Holanda", evento que acontece em parceria com o SEE NL, instituição formada em uma colaboração entre o Eye Filmmuseum e o Netherlands Film Fund, responsável pela promoção internacional dos filmes, da indústria cinematográfica e da cultura holandesa. A mostra é exclusiva para assinantes.

O Festival “Volta ao Mundo: Holanda” traz oito longas produzidos entre 1986 e 2021, inéditos no Brasil: “Abel” (1986), “Borgman: O Mal-intencionado” (2013) e “O Número 10” (2021), os três dirigidos por Alex van Warmerdam; "Irmãs Gêmeas" (2002), de Ben Sombogaart; "Apenas o Melhor para o Nosso Filho" (2014), com direção de Monique Nolte; "Prince" (2015), de Sam de Jong; "Me Leve para Algum Lugar Legal" (2019), de Ena Sendijarević; e "Eu Não Quero Dançar" (2021), de Flynn Von Kleist. 

Ao lado do veterano Ben Sombogaart e de outros três diretores estreantes, o destaque do festival é o premiado ator e diretor Alex van Warmerdam, realizador de “Abel”, “Borgman: O Mal-intencionado” e “O Número 10”. Ele é um dos principais nomes do cinema holandês contemporâneo, com dezenas de premiações. Até hoje, Alex teve pelo menos um filme lançado nos cinemas brasileiros, a aclamada comédia "O Pequeno Tony" (1998), dirigida e protagonizada por ele. Na Holanda, ele é um artista bastante popular, não só como ator e cineasta, mas também como produtor de cinema e músico, além de ser líder do grupo teatral De Mexican Hond, desde 1980.  

Nenhum comentário:

"Coração de Neon" é aclamado pela crítica em Cannes como o "novo cinema popular brasileiro"

Produtores de cinema que estiveram na premiére do filme em Cannes, na França, enxergam a produção como ousada e inovadora, do enredo ao fina...