MOSTRA “FUTUROS PRESENTES: CINEMAS EUROPEUS” GANHA NOVA EDIÇÃO EM 2022

 


De 3 a 30 de março de 2022, o CineSesc exibe uma programação especial de títulos que fazem parte da Mostra Futuros Presentes: Cinemas Europeus, parceira do Sesc São Paulo com a Eunic (European Union National Institutes for Culture), rede de institutos culturais europeus no mundo, que visa fortalecer a colaboração entre instituições europeias e intensificar a cooperação e o diálogo com as realidades culturais locais nos países nos quais atua. Os filmes ficam disponíveis gratuitamente, para todo o Brasil, na plataforma Sesc Digital. Para assistir, acesse www.sescsp.org.br/futurospresentes.

Instituições de sete países participantes do projeto – Alemanha, Bélgica, Dinamarca, França, Itália, Reino Unido e Suíça – disponibilizarão um filme cada, a ser exibido na mostra online, cuja proposta curatorial é, para além de entreter, refletir sobre assuntos relevantes do debate global contemporâneo. O polo Eunic São Paulo reúne Aliança Francesa, British Council, Consulado Geral de França, Consulado Geral da Suíça, Consulado da Bélgica, Wallonie-Bruxelles International, Instituto Cervantes, Instituto Cultural da Dinamarca, Instituto Italiano de Cultura e Goethe-Institut. 

Nesta edição, o Brasil está representado pelo filme “Carro Rei”, de Renata Pinheiro, selecionado pelo Sesc São Paulo. Na trama de ficção científica, um homem tem um dom de se comunicar com carros. Diante de uma lei que proíbe a circulação de automóveis antigos, colocando em risco a empresa de táxi de seu pai, ele busca orientação com seu melhor amigo: um carro que possui inteligência sem igual. O filme, que teve sua estreia nacional no Festival de Gramado e foi selecionado para o Festival de Roterdã, suscita discussões atuais como o impacto da tecnologia e das Fake News na vida das pessoas, o descaso com o meio ambiente e a ameaça de movimentos fascistas. 

Abrem a Mostra Futuros Presentes: Cinemas Europeus no dia 3/3, os documentários “Do Mar Selvagem”, do dinamarquês Robin Petré, – um olhar sobre a ação humana destrutiva nos oceanos que interfere diretamente na vida de animais selvagens; e o belga “Turno”, de Pauline Beugnies, – que expõe a difícil relação trabalhista entre um entregador de bicicleta e os apps de entregas, em conflito por direitos e melhorias nas condições de trabalho. Além deles, o Reino Unido apresenta uma série de 7 curtas-metragens integrantes do projeto “The Uncertain Kingdom” que interrogam a cultura britânica, seus sujeitos, como chegamos aqui e para onde vamos. O brasileiro “Carro-Rei” também abre a mostra no dia 3/3 e fica disponível por apenas 24 horas. 

No dia 10/03, estreiam na plataforma do Sesc Digital a ficção francesa “Terra Vermelha”, de Farid Bentoumi, com a história de uma enfermeira do trabalho que tenta denunciar o vazamento de resíduos tóxicos de uma fábrica de produtos químicos; o documentário alemão “Wood - Viagem ao Mundo da Máfia da Madeira”, de Monica Lăzurean-Gorgan, Michaela Kirst e Ebba Sinzinger, que denuncia o comércio ilegal de madeira no Europa e na Ásia; e “Guerra e Paz”, de Massimo D'Anolfi e Martina Parenti, documentário italiano que traça uma relação entre cinema e guerra, ao apresentar desde sequências filmadas pelos pioneiros do cinema, até vídeos feitos com smartphones pelos cidadãos do mundo, nos dias de hoje. 

Último título da mostra, com estreia no dia 17/3, o documentário suíço “Sob a Pele”, de Robin Harsch, acompanha a transição de três jovens e as mudanças em suas vidas e a de suas famílias, na busca pelas identidades escondidas dentro deles. O filme fica disponível até 23/3. 

Nenhum comentário:

Crítica Filme “Minions 2: A Origem de Gru” por Rita Vaz

Estreia nesta quinta-feira, uma das animações mais esperadas do ano. “Minions 2: A Origem de Gru”, dirigida por Kyle Balda (Meu Malvado Favo...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba