Em março na MUBI - ESPECIAL CELEBRA OS 100 ANOS DE PASOLINI

Retrospectiva dedicada a Godard e sessão dupla com filmes de Patricia Rozema

Mais: produções do cineasta chadiano Mahamat-Saleh Haroun, para acompanhar a estreia exclusiva de Lingui, The Sacred Bones.


AS PAIXÕES DE PASOLINI

100 anos de nascimento de Pasolini! Para honrar a história de um dos grandes cineastas italianos, a MUBI homenageia este complexo e apaixonado autor com um incrível especial. Intelectual influente, nunca se esquivou das controvérsias, questionando sempre as convenções italianas da religião, consumismo e homossexualidade. Em março, a MUBI exibe Accattone - Desajuste Social, O Evangelho Segundo São Mateus e Édipo Rei.



PARA SEMPRE GODARD: UMA RETROSPECTIVA

Encontre o lugar mais confortável de sua casa e acomode-se bem: passaremos um bom tempo ao lado de Jean-Luc Godard! Quatro das obras-primas essenciais do diretor chegam à programação da MUBI: Carmen de Godard, baseado na ópera Carmen de Bizet, Leão de Ouro no Festival de Veneza de 1983; Tempo de Guerra, quinto filme do cineasta e que tem a participação de Barbet Schroeder no elenco; Máfia em Paris, que fez parte da seleção oficial de Cannes em 1985 e marca a estreia de Julie Delpy em longa-metragem;e Made in U.S.A., inspirado no filme de Howark Hawks À Beira do Abismo, com Anna Karina, Marianne Faithfull e Jean-Pierre Léaud.



SESSÃO DUPLA: PATRICIA ROZEMA

Um dos nomes mais famosos da Nova Onda de Toronto, a multitalentosa Patricia Rozema chega à MUBI! Neste mês, confira com exclusividade a restauração em 4K do clássico Eu Ouvi o Canto das Sereias, um marco no cinema queer - uma história encantadora sobre uma jovem sonhadora com aspirações artísticas; e Mouthpiece, um olhar poderoso, engraçado e muito original sobre uma jovem millennial.



CONTOS DA PÁTRIA: FILMES DE MAHAMAT-SALEH HAROUN

Neste mês, o aclamado diretor chadiano Mahamat-Saleh Haroun faz sua estreia exclusiva na MUBI. Para comemorar, apresentamos três das obras mais icônicas do diretor. Hissène Habré, a Chadian Tragedy e Abouna equilibram o pessoal com o político ao abordar a irmandade. Já Um Homem Que Grita, vencedor do Prêmio do Júri de Cannes, se inspira no clássico de F. W. Murnau A Última Gargalhada, um poderoso retrato de como a insegurança social, a pobreza e a guerra civil podem despedaçar uma família.

Nenhum comentário:

Crítica Filme “Minions 2: A Origem de Gru” por Rita Vaz

Estreia nesta quinta-feira, uma das animações mais esperadas do ano. “Minions 2: A Origem de Gru”, dirigida por Kyle Balda (Meu Malvado Favo...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba