Crítica Filme "Uncharted: Fora do Mapa" - por Rita Vaz

 


Estreia nesta quinta-feira, 17 de fevereiro em todos os cinemas do Brasil, o filme “Uncharted: Fora do Mapa”.

O longa é baseado em “Uncharted”, uma série de videogames de ação e aventura, produzida pela Naughty Dog e publicada pela Sony Computer Entertainment para as plataformas PlayStation.

O sucesso da série de videogames “Uncharted” é enorme, ela está classificada como um dos maiores títulos do Playstation no Metacritic e já vendeu mais de 42 milhões de cópias em todo o mundo.

Tanto sucesso não passaria indiferente diante da indústria cinematográfica, que investiu na história, começando pelo elenco formado por grandes artistas da atualidade, como Tom Holland e Mark Wahlberg, além de ter na direção da aventura Ruben Fleischer, responsável por grandes bilheterias como “Venom” e o ótimo “Zumbilândia”.

Na história conhecemos o jovem Nathan "Nate" Drake (Tom Holland), antes de ser tornar um famoso explorador. Antes disso, ele vivia uma vida pacata como bartender em sua cidade, até que acaba se envolvendo com um estranho que se tornaria um dos seus mais confiáveis companheiros.

“Uncharted: Fora do Mapa” mostra a primeira aventura de Nate, de caça ao tesouro, com o sagaz parceiro Victor "Sully" Sullivan (Mark Wahlberg). Os dois partem em uma perigosa busca pelo "maior tesouro nunca encontrado", em uma aventura que acaba se estendendo por vários países, enquanto rastreiam pistas que podem também, os levar ao encontro do irmão desaparecido de Nathan. Porém, eles não imaginavam, que seriam perseguidos por um grupo de mercenários que buscam o mesmo tesouro perdido.

O filme é uma grande aventura cheia de ação, caça ao tesouro, piratas, bandidos, mocinhos, lutas e fugas espetaculares.

Já na primeira cena do longa, ele mostra para o que veio. A cena é espetacularmente grande e inacreditável, mas, como o cinema é mágico, ela está lá.

Os efeitos especiais são um caso à parte, de tão bem feitos que são. Impressionam mesmo.

Uma história “a la” Indiana Jones, em um modo mais juvenil, mas, que agrada a todos, pelo carisma dos personagens, pelas aventuras despreocupadas com leis da física, pela química perfeita entre a dupla principal e pela ótima direção.

Se você for ao cinema sozinho, vai se divertir, se for acompanhado, ambos se divertirão, e se for em família, garanto que será um excelente entretenimento para todos.

“Uncharted: Fora do Mapa” é um filme feito para desopilar, para esquecer de quaisquer rusgas e se divertir muito, recomendo!

E não saia da sala de cinema logo que o filme acaba, pois, após os primeiros créditos, tem uma cena escondida, e ela é bem reveladora.

 

Nenhum comentário:

Crítica Filme “Minions 2: A Origem de Gru” por Rita Vaz

Estreia nesta quinta-feira, uma das animações mais esperadas do ano. “Minions 2: A Origem de Gru”, dirigida por Kyle Balda (Meu Malvado Favo...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba