ALEMÃO 2, de José Eduardo Belmonte, estreia mundial no Festival do Rio

Através de uma nova perspectiva, com novos personagens e abordando questões de segurança pública ALEMÃO 2, produzido pela RT Features e dirigido por José Eduardo Belmonte, dá continuidade à saga dos policiais no Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, apresentada no longa ALEMÃO, sucesso de público lançado nos cinemas brasileiros em 2014, que alcançou um milhão de espectadores. 

O filme terá estreia mundial durante o FESTIVAL DE CINEMA DO RIO, que acontece entre os dias 9 e 19 de dezembro, onde é exibido fora de competição e será distribuído no Brasil pela Manequim Filmes, novo selo da distribuidora Vitrine Filmes, com previsão de estreia em 2022. “Foi importante fazer o segundo filme da franquia com esse intervalo em relação ao primeiro. Alemão 2 sendo um retrato sobre a segurança pública, assunto sensível da sociedade brasileira e que devíamos falar mais, creio que a maturidade e o decorrer dos fatos no país puderam dar mais entendimento sobre o tema. Infelizmente, a realidade das comunidades mudou para pior, com mais desrespeito e violência, o que torna esse filme ainda mais urgente. Junto com o elenco e equipe, pensamos em um filme que procura abrir um debate sobre a função da polícia e a relação com as comunidades. “, diz o diretor José Eduardo Belmonte.

Sobre o Filme:

“ALEMÃO 2” acompanha a ação dos policiais civis Machado (Vladimir Brichta), Ciro (Gabriel Leone) e Freitas (Leandra Leal) para capturar o traficante Soldado (Digão Ribeiro), que dominou o morro após a falência das UPPs – Unidades de Polícia Pacificadora, nove anos depois da operação militar realizada para livrar o Complexo do Alemão do controle do tráfico.

Supervisionados pela delegada Amanda (Aline Borges) e seguindo as pistas de Bento (Danilo Ferreira), um informante da Polícia Militar, o grupo consegue efetuar a prisão, mas sofre uma emboscada armada pelo chefe da facção rival e acaba sendo perseguido pelos traficantes, perdendo-se nas tortuosas vielas da comunidade. 

O argumento do primeiro filme partiu do próprio produtor, Rodrigo Teixeira, que sempre teve um carinho especial por esse projeto. A ideia da continuação nunca saiu de seus planos, desde o lançamento do longa em 2014. “ALEMÃO foi o grande sucesso comercial da minha carreira do Brasil e é um filme que eu tenho muito carinho e muito orgulho. Estou muito feliz por poder retornar a essa história, com o mesmo diretor, meu grande parceiro José Eduardo Belmonte, mas agora com novos personagens. Assim como o primeiro filme, terá muita ação, sem deixar a realidade do Brasil e das comunidades de fora.”. 

Com roteiro de Marton Olympio e Thiago Brito, “ALEMÃO 2” tem ainda no elenco Zezé Motta, Mariana Nunes, Demick Lopes e Ricardo Gelli. Coproduzido pela Fox Filmes, tem produção executiva de Marília Garske e Mariana Coelho, direção de produção de Flavia Rosa e Sílvia Sobral, fotografia de Fabrício Tadeu, som de Gabriela Bervian maquiagem de Luiz Gaia, direção de arte de Ana Paula Cardoso e figurino de Kika Lopes. 

Sinopse

No complexo do Alemão, o policial civil Machado e seus comandados, Ciro e Freitas, executam uma missão secreta: a prisão de um grande líder do tráfico de drogas. Supervisionados pela delegada Amanda e seguindo as pistas de um informante, a ação sofre uma emboscada. Foragidos, os policiais são caçados por traficantes. Enquanto isso, no centro de operações, Amanda conduz uma investigação sobre o ocorrido e orienta o grupo a sair do Alemão com vida.

FICHA TÉCNICA

Direção: José Eduardo Belmonte

Roteiro: Marton Olympio e Thiago Brito

Produção: RT Features

Coprodução: Fox Filmes

Produção executiva: Marília Garske e Mariana Coelho

Direção de produção: Flavia Rosa e Sílvia Sobral

Fotografia: Fabrício Tadeu

Direção de arte: Ana Paula Cardoso 

Som: Gabriela Bervian 

Maquiagem: Luiz Gaia

Figurino: Kika Lopes 

 


Nenhum comentário:

Crítica Filme "Trem-Bala" por Rita Vaz

  Estreia nesta quinta-feira, dia 4 de agosto o filme “Trem Bala” sob a direção de David Leitch (“Dead Pool 2”, “Atômica”, “John Wick” e out...

Olhar de Cinema Festival Internacional de Curitiba