Caroline Fioratti assina roteiro de “4x100”, longa-metragem lançado este mês que traz mulheres atletas como foco


Uma das roteiristas do longa-metragem “4x100” - recém lançado no circuito comercial -, Caroline Fioratti é nome presente e frequente no cinema brasileiro. Diretora e roteirista formada em cinema pela FAAP, é representante de renome na classe feminina do audiovisual brasileiro e busca em seus projetos sempre abordar temas ligados ao movimento de empoderamento das mulheres. Como no filme, que acompanha a vida de um grupo de atletas olímpicas de atletismo em busca de uma medalha ou, ao menos, de reconhecimento. A produção tem direção de Tomás Portella, produção da Gullane em coprodução com Globo Filmes, Telecine e RAm, e distribuição da Imovision. Também estão no time de roteiristas: Carlos Cortez, Juliana Soares, L.G Bayão, Mauro Lima e Tomás Portella.   

“Fui convidada pelo roteirista Carlos Cortez e pela Gullane Entretenimento para escrever o roteiro de um filme de atletismo com uma protagonista feminina. Quando fomos a campo e iniciamos as pesquisas, foi a modalidade 4x100 de revezamento feminina que nos fascinou. A história de união de mulheres muito diferentes por um objetivo comum dialogava muito com nossa sociedade. Cada uma com sua individualidade, trajetórias diferentes, personalidades fortes, porém tornando-se um grupo, ainda mais potente devido a essa união”, comenta Fioratti. “Não é fácil, há conflitos, mas é na junção da potência que há possibilidade de vitória. Tudo que escrevemos foi baseado em depoimentos reais de velocistas que passaram pela modalidade. ?Sangue, suor e lágrimas? nos diziam. Mas também sempre destacavam a palavra ?sonho?. E é com esse sonho que todos os brasileiros poderão se identificar. Porque somos sonhadores e na nossa união está nossa força. Passar o bastão nem sempre é fácil – na verdade é muito difícil – mas é necessário para o sucesso. E falo isso, inclusive sobre esse filme, que tiveram diversos olhares e passagens de bastão para que ele chegasse na tela com toda a sua potência”, complementa.  

Além da estreia do filme no cinema, ainda em julho, Caroline estreia na HBOMax com “Os Ausentes”, série brasileira inédita que ela assina como diretora geral. Com temática policial, a trama acompanha um ex-delegado que abre uma agência de investigação de pessoas desaparecidas após o sumiço de sua filha.  

Também como diretora, Caroline Fioratti em breve lança o longa de comédia “Amarração do Amor”, que conta a história de dois jovens apaixonados que querem celebrar seu amor num casamento com ?a cara deles?, mas as diferenças religiosas entre as famílias dificultam tudo. “O desafio de fazer um filme sobre o amor, que falasse de tolerância e convivência religiosa, foi o que me motivou a participar do projeto. Estamos vendo o conservadorismo disseminar ódio contra religiões afro-brasileiras. Mas ao mesmo tempo, vivemos uma resistência potente contra o racismo”, reflete Caroline.  “O longa-metragem, de forma leve, propõe se comunicar com um grupo grande de pessoas e, através de uma narrativa sobre fé e amor, mostrar que a convivência religiosa é necessária e só tem a somar, seja na formação de uma grande família - como no filme - seja na evolução da nossa sociedade. Nosso elenco é composto por atores com históricos muito diferentes e extremamente talentosos. É um filme para ver em família, para rir, se apaixonar e refletir.”  

“Sou uma diretora e roteirista que valoriza muito o discurso que o filme ou série tem a passar. Seja nos meus projetos autorais ou como naqueles em que sou contratada, procuro colocar o meu olhar sensível para questões relevantes do momento. Percorro gêneros diferentes, da comédia ao drama, do juvenil ao policial, da série médica ao filme de esporte, amo mergulhar em universos distintos e me desafiar com linguagem e estéticas novas. O importante pra mim é sempre a mensagem que estamos passando para colaborar com a sociedade que aspiramos construir”. 

Sobre CAROLINE FIORATTI 

Caroline Fioratti é roteirista e diretora, formada em cinema pela FAAP, onde começou sua carreira, escrevendo e dirigindo curtas-metragens premiados. Iniciou no mercado como roteirista e logo começou a trabalhar também como diretora. Assinou a direção e roteiro do longa-metragem, Meus 15 Anos, produção da Paris Filmes, que foi uma das maiores bilheterias de 2017. Criou, roteirizou, dirigiu e coproduziu a minissérie infanto-juvenil A Grande Viagem (TV Brasil), indicada ao Internacional Emmy Awards – Kids 2018. Dirigiu as duas temporadas da série médica, Unidade Básica, para o Universal Channel, a segunda na qual assina a direção geral. Lança em 2021 três novas obras audiovisuais: o filme 4x100 – Correndo por um Sonho, no qual é uma das roteiristas, do longa-metragem de comédia sobre tolerância religiosa, Amarração do Amor, da Migdal Filmes que assina a direção; e a série policial investigativa, Os Ausentes, para a HBOMax, primeira série brasileira da plataforma, da qual é diretora geral. Atualmente finaliza seu terceiro longa-metragem - filme que marca seu retorno aos projetos autorais como roteirista, diretora e coprodutora; e dirige, com Bel Valiante, a série Temporada de Verão, para a Netflix. 


Nenhum comentário:

"LOS LOBOS", filme premiado em Berlim, estreia nesta quinta (16)

  Dirigido por Samuel Kishi Leopo, LOS LOBOS estreia no cinemas brasileiros nesta quinta-feira, dia 16 de setembro, nas cidades de São Paulo...