Após 133 dias, Curitiba entra na bandeira amarela e cinemas reabrem

 


Cinesystem confirma retomada no shopping Curitiba e Shopping Cidade para sábado, dia 10 de julho, seguindo rígido protocolo de segurança e bem-estar e em acordo com os decretos municipais

Foram 133 dias de restrições bastante rígidas, mas o momento que todos os cinéfilos de Curitiba aguardavam, chegou! Na quinta-feira (08), a cidade retornou para a Bandeira Amarela, que permite a retomada dos cinemas, com 50% da capacidade de público. Com uma longa história de parceria com a população da região, a Cinesystem confirmou a reabertura dos multiplex do Shopping Curitiba e Shopping Cidade para sábado, dia 10 de julho, com um rígido protocolo de segurança e seguindo todas as determinações dos órgãos competentes. A Exibidora, que figura entre as cinco maiores do país, vai retomar as atividades com a exibição de lançamentos como Viúva negra e Velozes e Furiosos 9.

“Os nossos protocolos, que estão instalados em todos os multiplex da Cinesystem desde o ano passado, são alguns dos mais rígidos do mercado e garantiram que tivéssemos um período de funcionamento em 2020 e 2021 sem qualquer tipo de risco ou mesmo ocorrência por parte de clientes e colaboradores em diversas cidades do Brasil. Pelo contrário, pudemos ver em cada uma das sessões, um público nostálgico, emotivo, que depois de tanto tempo ia poder curtir de novo aquele lazer que faz parte do emocional de cada um de nós. E é essa emoção que vamos levar para Curitiba: Uma experiência segura para ser vivida em família!”, conta Sherlon Adley, diretor Comercial e de Marketing da Cinesystem.

E a nostalgia não faz parte só da experiência do público Ela diz muito também sobre a história da rede na cidade. Mais antigo complexo com o nome Cinesystem do Brasil, o multiplex do Shopping Cidade foi inaugurado em 29 de agosto de 2003. Já em 2009, quando a Cinesystem ainda não sonhava em estar nos quatro cantos do país, o público pôde pela primeira vez curtir uma sessão no Shopping Curitiba. 

“De lá pra cá, muita coisa mudou, a rede cresceu, o público se transformou, hoje passamos por um momento ímpar de muito cuidado com o próximo. Mas algo que se mantém inabalável é a certeza de que levar experiências incríveis para famílias das mais diversas regiões do país é o que move a Cinesystem”, relembra Adley. 

Com cuidados que englobam toda a jornada do cliente dentro do multiplex, desde a compra de ingressos até a saída, a exibidora reforçou o treinamento da equipe, detalhando os protocolos e orientando sobre os processos internos e externos. O objetivo é que o cliente se sinta orientado, seguro e bem atendido.

Além das medidas de limpeza e desinfecção, o cinema vai trabalhar com público reduzido. Manter esse distanciamento, no entanto, não será uma tarefa nova, pois desde o ano passado a Rede já tem dedicado atenção especial ao item. Livre de qualquer falha de cálculo humano, a distância entre as poltronas e o número de pessoas por sessão é definida automaticamente no ato da compra do ingresso. Cada cliente chega a “bloquear” em média seis outros lugares ao redor de onde estará sentado, assim que seleciona sua poltrona.

“O distanciamento é efetivo e para evitar aglomerações toda a equipe foi treinada para organizar a entrada e a saída do público, além de checar com frequência se os lugares marcados foram respeitados”,  explica Ricardo Rossini, diretor de Operações da Cinesystem.

Outra regra de ouro diz respeito ao uso de máscaras. Ela é obrigatória a todo o momento, em todos os locais, e só pode ser retirada, por pouco tempo, na hora em que o cliente for consumir os produtos da bomboniere - sendo recolocada imediatamente após. “É mais rigoroso do que em outros lugares, em que o ato de sentar à mesa já faz parte do conjunto ‘se alimentar’ e por isso a máscara pode ser retirada. No cinema, o cliente permanece com ela durante toda a sessão e temos funcionários a postos para garantir que a norma seja cumprida”, finaliza Rossini.

Confira os protocolos na íntegra:

Antes da abertura do multiplex, diariamente, uma equipe fará um processo rigoroso de higienização e sanitização, que engloba salas, poltronas, banheiros e pontos de contato. A recomendação é que a compra de ingressos seja realizada pelo site ou terminais de autoatendimento nos cinemas.

Os ATMs, como são chamados, estão posicionados respeitando a distância mínima obrigatória. Esse distanciamento vale também para os banheiros, que contam com boxes e pias intercalados, e demais pontos de atendimento. Os guichês contam com barreiras de acrílico para proteção e os locais na fila são sinalizados no chão.

A entrega de produtos de bomboniere segue o alto padrão de higienização já utilizado em todos os cinemas da Rede desde a inauguração. 

O uso de máscara é obrigatório em todos os ambientes.

A oferta de álcool gel nos pontos de circulação, que já era um padrão da empresa, segue com ainda mais rigidez, inclusive em torres de desinfecção. Tapete químico para limpeza dos sapatos também está instalado.

As poltronas seguem um controle de distanciamento e funcionários estão de prontidão para garantir que o espaçamento seja cumprido. Somente pessoas de convívio próximo podem sentar lado a lado.

Ao término da sessão, a equipe de colaboradores faz a organização da saída, seguindo ordem de fileiras e patamares, evitando assim aglomerações.

Informativos espalhados por todo o multiplex reforçam para os clientes o protocolo seguido pela exibidora.

Aumento de intervalo entre as sessões para que as salas, poltronas e pontos de contato sejam novamente sanitizados,

Maior rigor na manutenção dos aparelhos de ar condicionado. O processo, que sempre foi bastante criterioso, está ainda mais detalhado, visando um ar mais seguro e renovado para os clientes.


Nenhum comentário:

HOMEM ONÇA estreia nos cinema brasileiros dia 26 de agosto

Situado no final dos anos de 1990, HOMEM ONÇA, de Vinícius Reis, investiga como a história do país reflete e interfere na vida pessoal de Pe...