"Quo Vadis, Aida?’, indicado ao Oscar de Melhor Filme Internacional, chega às plataformas digitais

FILME BÓSNIO É DISTRIBUÍDO PELA SYNAPSE DISTRIBUTION 

O drama de guerra “Quo Vadis, Aida?” está disponível para aluguel e compra nas plataformas Now, Vivo Play, Sky Play, iTunes, Apple TV, Google Play e YouTube. O longa da Bósnia-Herzegovina conta uma história ficcional ambientada no Massacre de Srebrenica, em 1995, quando mais de 8 mil bósnios muçulmanos foram assassinados por tropas sérvias. Hoje, 25 anos depois, ainda existem 1.700 pessoas desaparecidas. 

Distribuída pela Synapse Distribution, a produção conta com o roteiro e direção assinados por Jasmila Žbanić (“Em Segredo”). “Quo Vadis, Aida?” foi indicado ao Oscar de Melhor Filme Internacional e ao British Academy Film Awards (BAFTA) em duas categorias: Melhor Filme em Língua Estrangeira e Melhor Direção.

A diretora diz que a história de Srebrenica sempre a assombrou, pois ela sobreviveu à guerra na capital, Sarajevo, que também foi devastada no conflito. “Sempre achei que alguém deveria fazer um filme sobre o que aconteceu lá, mas nunca pensei que seria eu. Li tudo que pude sobre Srebrenica e só depois de dirigir quatro filmes é que me senti pronta para fazer este”.

Žbanić conta que apareceram muitos obstáculos no caminho, já que a Bósnia é um país que produz apenas um filme por ano. “Depois da guerra e da divisão interna da Bósnia, Srebrenica permaneceu na parte do país administrada pelos sérvios. Muitos políticos de direita, que ainda negam que o genocídio em Srebrenica aconteceu, seguem no governo”.  A diretora e roteirista lembra que diversos bósnios ajudaram para que o filme saísse do papel, e nove países europeus assinaram a coprodução, que mesmo assim demorou anos para ser finalizada. “Fomos movidos pela necessidade de contar essa história, pois acreditamos que não é apenas uma história sobre a Bósnia ou os Bálcãs, mas sobre seres humanos, como nos comportamos com o outro quando somos libertados da moralidade, quando destruímos todas as formas humanas”, finaliza.

Sinopse oficial:

Bósnia, 11 de julho de 1995. Aida (Jasna Djuricic) é uma tradutora das Nações Unidas (ONU) para a pequena cidade de Srebrenica. Quando o exército sérvio toma conta da cidade, sua família está entre os milhares de cidadãos que estão procurando abrigo. Com o seu papel de fonte interna nas negociações, Aida tem acesso a informações cruciais que ela precisa interpretar. O que está no horizonte para a família dela e pessoas: resgate ou morte? Qual atitude ela deve tomar?

Biografia da Diretora:

Jasmila ŽBANIĆ (1974, Bósnia e Herzegovina) formou-se na Academia de Artes Dramáticas de Sarajevo. Fundou a associação de artistas e a produtora Deblokada em 1997, em conjunto com Damir Ibrahimovic. Após o lançamento de vários curtas-metragens, fez a sua estreia em longas-metragens como “Em Segredo” (Grbavica, 2006), que foi nomeado para o Grande Prémio do Júri em Sundance e ganhou o Urso de Ouro em Berlim. O seu segundo longa-metragem, “Um Outro Caminho” (On the Path, 2010), estreou em Berlim, onde também foi nomeado ao Urso de Ouro. Quo Vadis, Aida? (2020) foi indicado para o Leão Dourado em Veneza. O trabalho de Žbanić trata das Guerras Iugoslavas e do seu destrutivo legado emocional e político.


Nenhum comentário:

Vem aí a Comemoração do Ano: A Semana de Aniversário do Homem-Aranha

Vem aí a Semana de Aniversário do Homem-Aranha. Os oito filmes da franquia Homem-Aranha estão disponíveis para aluguel e compra nas platafor...