Crítica Documentário "CRACOLÂNDIA" - por Rita Vaz


A partir do momento que você assiste o trailer do documentário "Cracolândia" você entende que vai entrar em um mundo explosivo.

Aí, você assiste o documentário e vê que o longa é mais que explosivo, ele é realista.

Dirigido por Edu Felistoque e com a maioria de suas cenas rodadas na cidade de São Paulo, o documentário nos apresenta um mundo que não queremos ver, saber, conhecer, o mundo do craque.

Acabamos conhecendo um submundo onde as pessoas estão doentes em vários níveis, precisam de ajuda, às vezes essa ajuda aparece, mas, nem sempre é bem vinda.

O diretor nos mostra, além das cenas reais, depoimentos de usuários, ex-usuários, médicos, especialistas, policiais, profissionais do serviço social, e de diversas áreas ligadas à busca da solução desse problema.

Ele propõe um debate sério, onde várias vertentes são ouvidas.

Mostra inclusive cenas gravadas em outros países, onde o consumo da droga também é um grande problema, e as soluções ou tentativas de soluções que eles praticam em suas cidades.

"Cracolândia" é um filme, que apesar do pesado tema, é fácil de ser assistido, tanto pela narrativa, clara e eficiente, quanto pelo debate em si, que dá voz a várias vozes envolvidas nesse trabalho que deseja e muito, solucionar esse caos.

Para quem gosta do gênero documentário, "Cracolândia" é um filme indispensável para o seu conhecimento. Recomendo!



Nenhum comentário:

Programação da Semana - Cine Passeio (26 de novembro a 02 de dezembro)

  Grandes estreias nas salas físicas + seleção especial nas salas virtuais + programação de Natal = só no #CinePasseio!  ㅤ Estreiam nest...