Plataforma de streaming Filme Filme é reformulada e se torna S-VOD

 Plataforma de streaming Filme Filme é reformulada e se torna S-VOD

Com plano mensal e anual em valores simbólicos, projeto é idealizado por Bruno Beauchamps e Victor Takahashi

 

 

Lançada há cinco meses, a plataforma  Filme Filme mudou o plano de negócios para S-VOD – sistema que oferece conteúdo aos membros por meio de uma assinatura. Criado por Bruno Beauchamps, com Victor Takahashi como CTO e co-funder, e agora com Bruno Wainer como padrinho, o projeto dos cineastas pode ser considerado como um “cinema de rua”, só que digital e dentro do conceito multiplex: 4 salas, 4 gêneros diferentes, 4 nichos reunidos no mesmo lugar.

 

“Partimos do princípio que os nossos membros são espetaculares e são eles que tomam a decisão. Em pesquisa feita com os assinantes da antiga plataforma T-VOD, 87% relataram a preferência em pagar um valor simbólico mensal e assistir todo o conteúdo disponível”, explica Beauchamps. “Nossa ideia é oferecer conteúdo de qualidade para um público diverso. A proposta é um catálogo pequeno que provoque a escolha rápida e certeira do assinante”, complementa.

 

Com Victor como CTO (Chief Technological Officer), a tecnologia da startup nasceu do zero e existe na condição de melhoria dos aplicativos semanalmente. “Desenvolvemos toda a tecnologia do zero e dentro de casa. Fizemos essa escolha para oferecer a melhor solução de streaming, com alta qualidade de imagem e pensando sempre no prazer da experiência aos nossos membros”, explica Victor.

 

Focada em curadoria, realizada também por Letícia Santinon, a plataforma tem como objetivo se tornar uma comunidade de cinema – seja ele para cinéfilos, filmes comerciais ou entretenimento em geral. Entre as categorias Filmes de Festivais, Documentários e Júri Popular, a inédita curta-metragens mescla conteúdo de grandes nomes da sétima arte, com iniciantes, e pretende gerar a cultura de consumo desse gênero audiovisual.

 

“A curadoria da Filme Filme busca oferecer a melhor experiência ao nosso público, apresentando um panorama do cinema nacional e internacional, desde a mais recente produção de jovens talentos brasileiros até os grandes sucessos que passaram pelos mais consagrados festivais do mundo”, explica a curadora Letícia.

 

O negócio já conta com parceria de renomadas distribuidoras nacionais como DownTown Filmes, Imovision, Pagu Pictures, Fenix Filmes, Taturana Filmes, entre outras. Desde a reformulação de formato, já foram disponibilizados 44 filmes em cartaz e no catálogo, e a cada quinta-feira, tal qual a tradição das salas de cinema, entram quatro lançamentos. Cada filme fica um mês em cartaz e dois meses em catálogo. Após 90 dias sai da plataforma e dá espaço para um novo título.    

 

“A criação de novas plataformas de streaming é fundamental para o consumidor ter a sua liberdade de escolha preservada. É o caminho para a circulação de uma produção que não encontramos nas plataformas mainstream, por isso o meu apoio à Filme Filme", reflete Bruno Wainer.

 

A Filme Filme  pode ser adquirida no plano mensal de R$ 10,00 ou anual por R$ 96,00, tanto no boleto quanto no crédito. O cancelamento é gratuito.

Nenhum comentário:

A VIDA INVISÍVEL no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

  Produzido por Rodrigo Teixeira, da RT Features, A VIDA INVISÍVEL teve sua estreia mundial no Festival de Cannes de 2019, no qual conquist...