Wim Wenders completa 75 anos e sua maior festa vai acontecer no BELAS ARTES À LA CARTE!

                                                           (Tão Longe Tão Perto)

Plataforma lançará, a cada semana, oito filmes desse grande diretor alemão

A partir desta quinta (13/08), durante 8 semanas, o alemão Wim Wenders receberá homenagem no Belas Artes À La Carte pelos seus 75 anos de vida, que serão completados neste 14 de agosto!, para a alegria dos cinéfilos do Brasil, a cada semana, ao longo de dois meses, colocaremos um filme dele no cardápio semanal. 

Por enquanto, o Belas Artes À La Carte já tem disponível em seu cardápio o maravilhoso “Buena Vista Social Club” (1999), indicado ao Oscar de Melhor Documentário. A seguir, virão oito títulos (nesta ordem): “O Amigo Americano” (1977), estrelado por Dennis Hopper e Bruno Ganz, indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes, e baseado em romance da escritora americana Patrícia Highsmith; "Tokyo-Ga" (1985), emocionante documentário em homenagem ao grande cineasta japonês Yasujiro Ozu , ídolo de Wim Wendres; "Tão Longe, Tão Perto" (1993), vencedor do Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes, um filme que traz de volta à Terra o grupo de anjos do clássico "Asas do Desejo"; "Identidade de Nós Mesmos" (1989), o maravilhoso e revelador registro de uma conversa entre Wim Wenders e o estilista japonês Yohji Yamamoto; "Paris, Texas" (1984), considerada por muitos a obra máxima do diretor, Palma de Ouro no Festival de Cannes; "Asas do Desejo" (1987), outra grande joia da filmografia de Wenders, que deu a ele o prêmio de Melhor Diretor em Cannes; "Movimento em Falso" (1975), longa belo e poético, com roteiro livremente inspirado em obra de Goethe; e "Alice nas Cidades" (1974), cuja protagonista, a pequena Alice do título, faz lembrar outros clássicos sobre a infância, como "O Garoto", de Chaplin, e "Os Incompreendidos", de Truffaut. São oito grandes filmes, de épocas e temas bem distintos, para a alegria de todos.  

Além das incríveis histórias relatadas em suas obras, Wim Wenders é responsável por muitos fatos antológicos de bastidores, coisas que, por si só, dariam um belo documentário. Por exemplo: Dennis Hopper chegou para filmar “O Amigo Americano” vindo direto do set de “Apocalypse Now”, cabeludo, com roupa militar, todo arranhado e picado por insetos. O lindo “Movimento em Falso” marca um feliz acaso, a revelação da atriz Nastassja Kinski, aos 12 anos, que foi descoberta pela esposa de Wim Wenders numa discoteca, em Munique. Em “Tão Longe, Tão Perto”, o russo Mikhail Gorbachev, ex-presidente da antiga União Soviética, só aceitou fazer participação especial porque a secretária dele, que era grande fã de Wim Wenders, o convenceu. E em “Asas do Desejo”, todas as sequências belíssimas em preto e branco foram filmadas através de um filtro único e exclusivo, feito com uma meia que pertencia à avó do diretor de fotografia! 

NO CARDÁPIO A PARTIR DE 13 DE AGOSTO


Nenhum comentário:

Conheça os vencedores do 10º CINEFANTASY realizado no Belas A La Carte

  A Mulher da Foto, Takeshi Kushida Evento aconteceu na plataforma Belas Artes à La Carte de 07 a 20 de setembro com a exibição de 140 filme...