BELAS ARTES À LA CARTE traz: Robert Pattinson e Vincent Gallo, em dois cults recentes; além de duas raridades dos anos 1960


"Cosmopolis", de David Cronemberg

Nesta quinta (16/07), o cardápio À La Carte reúne os astros Robert Pattinson e Vincent Gallo, em dois cults recentes; além de duas raridades dos anos 1960, uma delas com a estreia de Francisco Cuoco, e a outra marcando a estreia de importante diretor tcheco!

Vamos aos filmes: "
Cosmopolis", de David Cronemberg; “Matança Necessária”, de Jerzy Skolimowski; “Anuska –Manequim e Mulher”, de Francisco Ramalho Jr.; e “Iluminação Íntima”, de Ivan Passer.


"Cosmopolis", de David Cronemberg, é baseado em romance homônimo de Don DeLillo. O filme, que é a primeira incursão de Cronemberg no cinema sci-fi desde "EXistenZ" (1999), estreou em competição pela Palma de Ouro no Festival de Cannes 2012. Estrelado por Robert Pattinson, o filme teria Colin Farrell como protagonista, mas o ator não conseguiu assumir o papel por estar comprometido com as filmagens de "Total Recall". Marion Cotillard também não aceitou o convite por dificuldades de agenda.
“Matança Necessária”, de Jerzy Skolimowski, traz Vincent Gallo em um dos papeis mais difíceis da sua carreira, um trabalho que exigia que ele fizesse coisas como andar descalço na neve, com a temperatura atingindo menos 30 graus Celsius. O personagem principal, vivido por Vincent Gallo, não pronuncia uma única palavra durante todo o filme, no qual ninguém jamais é chamado pelo nome. Embora sem local definido, é sugerido que o filme se passa na Polônia.
“Anuska - Manequim e Mulher”, de Francisco Ramalho Jr., é o filme de estreia do diretor e produtor brasileiro Francisco Ramalho Jr., baseado no conto “Ascenção Ao Mundo de Anuska”, de Ignácio de Loyola Brandão. O longa conta com a primorosa direção de fotografia do longa, que é do genial sergipano Waldemar Lima, o responsável pelas imagens incríveis do clássico “Deus e o Diabo na Terra do Sol”, a obra-prima de Glauber Rocha. Outra grata surpresa é a participação como ator do grande diretor Luis Sergio Person, realizador do classicão “São Paulo S/A”. Além do diretor estreante, “Anuska” marca mais uma estreia no cinema, a de Francisco Cuoco, que estava com 34 anos na época, e veio a se tornar um dos maiores galãs da TV brasileira de todos os tempos. No papel-titulo do filme está a carioca Marília Branco, que era modelo profissional e teve uma breve carreira de atriz, atuando, inclusive, na primeira versão da novela “O Rebu”, da TV Globo, no início dos anos 70.
“Iluminação Íntima”, de Ivan Passer, é uma das obras mais importantes do cinema produzido na República Tcheca dos anos 1960, classificada entre os 10 melhores filmes tchecos de todos os tempos. Além de ser o longa de estreia do roteirista e diretor Ivan Passer (1933–2020), este é também seu único filme realizado na Tchecoslováquia. Trata-se de um filme de inspiração impressionista que imediatamente estabeleceu o nome de Passer como uma revelação promissora. Mas, as pressões sociais e a agitação política na Tchecoslováquia, que culminaram em 1968 com a invasão soviética, o levaram ao exílio nos EUA, no ano seguinte. No entanto, em Hollywood Passer não alcançou a notoriedade de seu compatriota Milos Forman, que recebeu as melhores propostas, enquanto ele rejeitou ofertas que não o convenceram, como, por exemplo, "Yentl", cuja protagonista, Barbra Streisand, não lhe agradava por diversas razões. No entanto, ele fez alguns filmes dignos, como sua estreia nos , "Born to Win" (1971), com a grande atuação de George Segal.
Sinopses:

MATANÇA NECESSÁRIA
(Essential Killing)
Polônia, 2010, cor, idioma: inglês, polonês e árabe (legendado), 14 anos.
Direção: Jerzy Skolimowski
Elenco: Vincent Gallo, Emmanuelle Seigner e Zach Cohen

Afeganistão. Alguns soldados norte-americanos sedentos para capturar um inimigo aprisionam um guerreiro local. Encapuzado e algemado, ele é preso, tem a cabeça raspada e é vestido com um uniforme laranja. Interrogado e torturado, é espancado antes de ser colocado num avião cujo destino é desconhecido. Sobrevoando uma imensa paisagem branca de neve, o comboio cai numa colina. Mohammed se vê livre, mas perdido num ambiente hostil. Sem água ou comida, ele enfrenta uma árdua jornada para sobreviver e permanecer livre.

ANUSKA - MANEQUIM E MULHER
Brasil, 1968, p/b, 95 min., drama, idioma: português, 14 anos.
Direção: Francisco Ramalho Jr.
Elenco: Francisco Cuoco, Marília Branco e Ivan Mesquita.

A aspirante a modelo, Anuska, encontra no empresário Sábato uma forma de concretizar suas ambições. Mas, em pouco tempo, um jornalista entra em cena e conquista o coração da jovem. Na tentativa de subir na carreira, ela compromete seu romance com o homem que a apóia, além de levá-lo ao fracasso.

COSMOPOLIS
(Cosmopolis)
EUA, 2012, cor, 108 min., drama, idioma: inglês (legendado), 14 anos.
Direção: David Cronenberg
Elenco: Robert Pattinson, Juliette Binoche e Sarah Gadon.

Um jovem milionário mimado está decidido a cortar seu cabelo em um barbeiro específico, do outro lado de Nova York. Para isso, ele enfrenta o trânsito caótico da cidade em sua limusine. A cada esquina, ele percebe que há uma ameaça a seus negócios.

ILUMINAÇÃO ÍNTIMA
(Intimni Osvetleni)
Tchecoslováquia, 1966, p/b, 71 min., comédia, idioma: tcheco (legendado), 14 anos.
Direção: Ivan Passer
Elenco: Zdenek Bezusek, Karel Blazek e Miroslav Cvrk.

O grande músico de sucesso Peter retorna a sua cidade natal para tocar com um grupo musical formado por idosos e liderado por seu grande amigo Bambas. Juntamente com sua namorada Stepa, Peter chega ao local um dia antes, assim o casal aproveitará para "conhecer" a cidade e visitar velhos amigos.
. . .

Serviço:
Planos de assinatura com acesso a todos os filmes do catálogo em 2 dispositivos simultaneamente.
Valor assinatura mensal: R$ 9,90 | Valor assinatura anual: R$ 108,90
Para se cadastrar acesse: www.belasartesalacarte.com.br e clique em ASSINE.
Ou vá direto para a página de cadastro: 
Aplicativos disponíveis para Android, Android TV, IPhone e Apple TV. Baixe Belas Artes À LA CARTE na Google Play ou App Store.


Nenhum comentário:

Veja os drive-ins que irão exibir “MÚSICA PARA MORRER DE AMOR” 

MÚSICA PARA MORRER DE AMOR, dirigido por Rafael Gomes, chega ao público brasileiro. O filme, da mesma produtora de “Hoje eu quero voltar soz...