O cardápio À La Carte chega com 4 novos filmes super ecléticos

PETRA BELAS ARTES À LA CARTE traz: longas de estreia de dois grandes diretores, o russo Tarkovski e o sul-coreano Kim Ki-duk; um clássico dos clássicos, dirigido por Fritz Lang; e Maria Fernanda Candido em um recente documentário brasileiro.

Nesta quinta (25/06) o cardápio À La Carte chega com 4 novos filmes super ecléticos! Temos longas de estreia de dois grandes diretores, o russo Tarkovski e o sul-coreano Kim Ki-duk; um clássico dos clássicos, dirigido por Fritz Lang; e Maria Fernanda Candido em um recente documentário brasileiro, que ficou meses no cinema!
Vamos aos títulos: "A Infância de Ivan", de Andrei Tarkovski; "Crocodile", de Kim Ki-duk; "M, O Vampiro de Dusseldorf", de Fritz Lang; e “O Incerto Lugar do Desejo”, de Paula Trabulsi.

"A Infância de Ivan" (Rússia, 1963) é o primeiro longa-metragem realizado por Andrei Tarkovski. Filme vencedor do Leão de Ouro no Festival de Veneza 1962. Ao ganhar o prêmio máximo no Festival de Veneza, o então jovem e desconhecido Andrei Tarkovski desbancou concorrentes consagrados como Godard, Kubrick e Pasolini. 

Sinopse - (Ivan's Childhood)
Rússia, 1963, p/b, 95 min., drama, idioma: russo (legendado), 12 anos.
Direção: Andreï Tarkovski
Elenco: Nikolai Burlyayev, Valentin Zubkov e Nikolai Grinko.
Nas frentes soviéticas da Segunda Guerra Mundial, o garoto órfão Ivan, de 12 anos, trabalha como um espião, podendo atravessar as fronteiras alemãs para coletar informação sem ser visto. Ele vive sob os cuidados de três oficiais russos que, após inúmeras missões desgastantes, eles tiram Ivan das batalhas e o enviam para a escola militar.

"Crocodile" (Coreia do Sul, 1996), é o filme de estreia na direção do sul-coreano Kim Ki-duk. Antes de se tornar cineasta, Kim Ki-Duk foi operário de fábrica e até soldado. Entre 1992 e 1995, foi artista de rua na França, onde descobriu o cinema através de filmes como "Os Amantes de Pont-Neuf", de Leos Carax, e "O Silêncio dos Inocentes", de Jonathan Demme, ambos de 1991. Depois de vencer uma competição de roteiros em seu país, ele conseguiu realizar, sem aprendizado formal, seu primeiro longa, "Crocodile", cuja ação principal se passa sob a ponte do rio Han, na Coreia do Sul. Seria este debut uma discreta homenagem a "Os Amantes de Pont-Neuf"? 

Sinopse - (Ag-o)
Coreia do Sul, 1996, cor, 102 min., drama, idioma: coreano (legendado), 18 anos.
Direção: Ki-duk Kim
Elenco: Jae-Hyun Cho, Jae-Hong Ahn e Mu-song Jeon.
Um bandido violento apelidado de "Crocodilo" salva a vida de uma mulher que tentava cometer suicídio. A partir daí eles ficam juntos, ele abusando sexualmente dela com frequência. Mas, apesar do abuso, um estranho laço acaba se desenvolvendo entre essas duas almas perdidas.

"M, O Vampiro de Dusseldorf" (Alemanha, 1933), de Fritz Lang, foi proibido pelos nazistas, em 1934, e, anos mais tarde, ele foi escolhido pela Associação das Cinematecas Alemãs como o filme alemão mais importante de todos os tempos. O uso da narração foi uma técnica inovadora na época, neste que é O primeiro filme sonoro de Fritz Lang. Outro detalhe curioso deste cássico, é que a organização dos mendigos mencionada no filme realmente existia em Berlim na época.

Sinopse - (M)
Alemanha, 1933, p/b, 112 min., suspense, idioma: alemão (legendado), 12 anos.
Direção: Fritz Lang
Elenco: Peter Lorre, Otto Wernicke e Gustaf Gründgens.
Um misterioso infanticida leva o terror a Dusseldorf. A polícia local não consegue capturar o serial killer, então um grupo de foras-da-lei se une para encontrar o assassino. Capturado pelo grupo de marginais, ele é julgado por um tribunal de criminosos.

“O Incerto Lugar do Desejo”(Brasil, 2019), dirigido por Paula Trabulsi e protagonizado por Maria Fernanda Candido, é um documentário que explora as várias faces do desejo. Um ensaio em Paris apresenta Ana Thereza e suas reflexões sobre o desejo - esse é o gatilho para que uma série de entrevistados, entre especialistas e artistas, apresentem seus pontos de vista sobre o tema.

Sinopse -
Brasil, 2019, cor, 71 min., documentário, idioma: português, 12 anos.
Direção: Paula Trabulsi
Elenco: Maria Fernanda Cândido
Uma mulher se vê frente a uma situação em que um forte desejo a levaria a mudar toda a sua vida. Esse e outras questões pessoais de Ana Thereza servem como ponto de partida para abordar o objeto principal deste documentário: o desejo. Não somente no sentido denotativo da palavra, mas, sobretudo, pelas suas formas e possibilidades de crescimento, ascensão e, além disso, de que maneira ele é capaz de se edificar a partir da idealização e da subjetividade.

Serviço:
Planos de assinatura com acesso a todos os filmes do catálogo em 2 dispositivos simultaneamente.
Valor assinatura mensal: R$ 9,90 | Valor assinatura anual: R$ 108,90
Para se cadastrar acesse: www.belasartesalacarte.com.br e clique em ASSINE.
Ou vá direto para a página de cadastro: https://www.belasartesalacarte.com.br/checkout/subscribe/signup
Aplicativos disponíveis para Android, Android TV, IPhone e Apple TV. Baixe Belas Artes À LA CARTE na Google Play ou App Store.





Nenhum comentário:

Assustador “O Desafio” Chega as Plataformas Digitais

Desde o dia 2 de julho, no Now, Vivo Play, Apple TV, YouTube Filmes e Google Play. O DESAFIO é uma história de terror sobre a sindrome ...