PACARRETE, de Allan Deberton, estreia em 30 de Abril em circuito nacional


Estrelado por Marcélia Cartaxo e filmado na cidade de Russas (CE), PACARRETE, de Allan Deberton, estreia em circuito nacional no dia 30 de abril. O filme, inspirado numa história real, teve sua estreia no Festival de Cinema de Gramado, onde saiu premiado com Melhor Filme, Melhor Filme Júri Popular, Melhor Direção, Melhor Atriz, Melhor Roteiro, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Desenho Sonoro e desde então já coleciona vinte e seis prêmios em festivais. No Brasil será distribuído pela Vitrine Filmes. 

Estreia de Deberton na direção, o longa aborda questões como a loucura, a permanência do sonho e o drama da velhice de uma bailarina clássica, que gosta de ser chamada de Pacarrete – “margarida” em francês. O filme é inspirado na conterrânea do diretor e demorou 10 anos para ser realizado. Foi filmado em sua cidade-natal, Russas - CE, tentando colocar na tela todas as lembranças da época, do lugar, “de quando ouvi falar dela pela primeira vez”, lembra o diretor. Tornou-se um filme “movido por uma locomotiva de sensações”, ele explica. “Quando eu soube que na verdade Pacarrete era bailarina, e que faleceu, com mais de 90 anos, querendo fazer arte no interior, em Russas, isso me tocou bastante”, completa o diretor. 

Nascida e criada em Russas, Pacarrete alimentou desde criança o sonho de ser artista e viver a vida na ponta da sapatilha, mesmo sendo de uma cidade conservadora, onde mulher nasceu para casar e ter filhos. Mas é em Fortaleza que ela conseguiu estar nos centros dos palcos como bailarina clássica e se tornar professora de ballet. Com a aposentadoria, ela retorna para sua cidade natal onde pretende continuar seu trabalho artístico, mas só encontra desrespeito à sua arte: em vez de plateias de admiradores e aplausos, ela se defronta com o despeito daqueles que cruzam seu caminho - e a bailarina e professora de outrora se transforma na “louca da cidade”.  

Para viver essa mulher que fez da aspiração de ser uma bailarina clássica o objetivo de sua vida, Deberton convidou a premiada atriz paraibana Marcélia Cartaxo (Vencedora do Urso de Prata do Festival de Berlim em 1985, por A Hora da Estrela), sua amiga e colaboradora - ela atuou e fez preparação de elenco do primeiro curta-metragem de Allan Deberton, Doce de Coco. “O Allan teve muita segurança de me convidar”, diz a atriz, “até mesmo porque eu não sou bailarina e nem tenho esse ouvido da personagem para música. A Pacarrete é muito culta: toca piano, fala francês e tem um corpo que fala todo o tempo. Foi um grande desafio de resistência e enfrentamento e fiquei muito feliz porque isso me mostrou que, se eu me esforçar bastante, consigo chegar bem longe”. Para viver a personagem, Marcélia teve aulas de voz e canto, aprendeu francês e fez aulas de ballet, com a supervisão do coreógrafo Fauller e da bailarina cearense Wilemara Barros.  

O elenco principal ainda conta com as atrizes paraibanas Zezita Matos (das novelas Velho Chico e Amor de Mãe) e Soia Lira (Central do Brasil, Abril Despedaçado), o ator baiano João Miguel (O Céu de Suely, Estômago), os cearenses Débora Ingrid (A História da Eternidade), Samya de Lavor (Inferninho), Edneia Tutti (Os Olhos de Arthur) e Rodger Rogério (Bacurau), além da participação de atores e atrizes da própria cidade. A preparação do elenco é de Christian Duurvoort.   

“Pacarrete é um filme que tem conquistado público e crítica nos festivais por onde passou e fico muito emocionado com isso, pois tudo que essa bailaria queria, em vida, era ser reconhecida. É sempre muito emocionante ver as pessoas se conectando com a história, pois é um filme que fala sobre nós todos, de várias formas. Estamos falando sobre ir atrás dos desejos, persistir, encarar o mundo de peito aberto, enfrentá-lo. É um filme sobre amor à arte e amor ao próximo. Sobre aprender e ensinar, prestar atenção no outro. As pessoas, quando saírem do cinema, vão se lembrar de alguém da família, algum amigo(a) ou vizinho. Assistam. Deve ser visto na tela grande, em companhia de outras pessoas, como num teatro”, finaliza o diretor.  

SINOPSE  
Pacarrete é uma bailarina incomum que vive em Russas, no interior do Ceará. Na véspera da festa de 200 anos da cidade, ela decide fazer uma apresentação de dança, como presente “para o povo”. Mas parece que ninguém se importa...   

ELENCO 
Marcélia Cartaxo – Pacarrete  
Zezita Matos – Chiquinha  
Soia Lira – Maria  
João Miguel – Miguel  
Samya de Lavor – Michele  
Débora Ingrid – Diana – htt 
Edneia Tutti Quinto – Tetê 
Rodger Rogério – Zacarias  


Direção: Allan Deberton    
Roteiro: Allan Deberton, André Araújo, Samuel Brasileiro e Natália Maia    


Nenhum comentário:

Conheça os vencedores do 10º CINEFANTASY realizado no Belas A La Carte

  A Mulher da Foto, Takeshi Kushida Evento aconteceu na plataforma Belas Artes à La Carte de 07 a 20 de setembro com a exibição de 140 filme...