Festival de Berlim Toma Conta da Programação do Canal Brasil a Partir do dia 14



Entre os dias 14 de fevereiro e 1º de março, a programação do Canal Brasil traz o Festival de Berlim para dentro da casa dos assinantes. Grandes produções nacionais e estrangeiras serão exibidas em uma seleção especial de filmes que foram premiados ou participaram nos últimos anos de um dos mais tradicionais eventos internacionais dedicados à sétima arte.

Na mostra dedicada ao festival, estarão presentes os longas nacionais “Bixa Travesty” – coproduzido pelo Canal Brasil em parceria com a Válvula Produções e inédito na televisão –, “Greta” - também inédito na TV -, “Central do Brasil” – versão remasterizada -, “Tinta Bruta”, “Mão Só Há Uma” e “Praia do Futuro”.

Além deles, uma seleção especial de produções internacionais aclamadas no festival ganha a tela do canal com os inéditos “Synonymes” –coprodução entre Israel e França e atual vencedor do Festival de Berlim em 2019 -, o francês “O Que Está Por Vir” e o húngaro “Corpo e Alma”.

Além disso, o “Cinejornal” desembarca na capital alemã, e a jornalista Flávia Guerra faz a cobertura diária do evento. Boletins irão ao ar, a qualquer momento, tanto na programação quanto nas plataformas digitais do canal, trazendo informações de bastidores, entrevistas com atores e diretores além de um panorama do que está fazendo sucesso por lá.

O programa também fica disponível no Canal Brasil Play.
.

MOSTRA FESTIVAL DE BERLIM

CENTRAL DO BRASIL (1998)
Versão remasterizada
Vencedor do Urso de Ouro de melhor filme, Urso de Prata de melhor atriz e Prêmio do Júri Ecumênico no Festival de Berlim.
Horário: Sexta, 14/02, às 23h10
Reapresentação: Terça, 18/02, às 4h
Sinopse:
Dora (Fernanda Montenegro) redige correspondências para analfabetos na Central do Brasil, de onde saem trens rumo à periferia do Rio de Janeiro. Uma de suas clientes é Ana (Soia Lira), que deseja escrever uma carta para o marido distante, acompanhada do filho, Josué (Vinícius de Oliveira). O menino sonha encontrar o pai que nunca conheceu. Mas, ao sair da estação, Ana morre em um acidente e deixa Josué abandonado. Mesmo a contragosto, Dora acaba acolhendo o garoto e envolvendo-se com ele. A partir daí, os dois começam uma jornada pelo interior do país à procura do pai desaparecido.

TINTA BRUTA (2018)
Vencedor do Teddy de Melhor Filme e do Prêmio CICAE na Mostra Panorama no Festival de Berlim.
Horário: Sábado, 15/02, às 23h10.
Reapresentação: Quarta, 19/02, às 4h.
Sinopse:
Pedro (Shico Menegat) passa por uma fase conturbada na vida. O jovem gaúcho enfrenta um processo criminal por agredir um homem e se vê obrigado a lidar com a despedida iminente da irmã, Luiza (Guega Pacheco), a única familiar com quem se relaciona. O rapaz abandonou a faculdade de Química e passou a ganhar dinheiro fazendo shows eróticos no seu próprio quarto sob o codinome ‘Garoto Neon’, dançando em frente à câmera com o corpo pintado por tintas brilhantes no escuro. O apelo com seu público cativo, no entanto, vem diminuindo depois do surgimento de Leo (Bruno Fernandes), um dançarino que também executa performances com pigmentos cintilantes, complicando ainda mais a vida do protagonista.

O QUE ESTÁ POR VIR (2016)
INÉDITO E EXCLUSIVO
Vencedor do Urso de Prata de melhor diretor e indicado ao Urso de Ouro no Festival de Berlim.
Horário: Domingo, 16/02, às 23h10.
Reapresentação: Quinta, 20/02, às 4h.
Sinopse:
Nathalie (Isabelle Huppert) é uma professora de filosofia e leva uma vida tranquila. Mãe de dois filhos e casada há 25 anos com Heinz (André Macron), passa seus dias entre a sala de aula e a convivência harmônica com a família. Porém, uma tempestade interrompe seu silêncio quando ela começa a lidar com a hipocondria da mãe, que liga para a professora insistentemente, com problemas profissionais e até uma crise conjugal surge inesperadamente para atrapalhar a calmaria de Nathalie.

MÃE SÓ HÁ UMA (2016)
Vencedor do Teddy pelo Prêmio do Júri no Festival de Berlim
Horário: Sexta, 21/02, às 23h10.
Reapresentação: Terça, 25/02, às 4h.
Sinopse:
Pierre (Naomi Nero) é um adolescente de 16 anos de perfil nada convencional e desobediente às convenções tradicionais de gênero. Com um visual andrógino, ele toca em uma banda de rock, se veste com roupas femininas, pinta as unhas, usa maquiagem e tem interesse por ambos os sexos. Ele mora com a mãe, Aracy (Dani Nefussi), e a irmã, Jacqueline (Laís Dias), e demonstra o comportamento rebelde de um jovem aparentemente perdido. Seu cotidiano é radicalmente alterado quando um oficial de justiça bate à porta alegando que sua mãe o raptou da maternidade ainda bebê e seus pais biológicos o procuram desde então.

GRETA (2019)
INÉDITO E EXCLUSIVO
Indicado como revelação e ao Teddy no Festival de Berlim
Horário: Sábado, 22/02, às 23h10.
Reapresentação: Quarta, dia 26/02, às 4h.
Sinopse:
Pedro (Marco Nanini) trabalha em um hospital público de Fortaleza. Sua melhor amiga é Daniela (Denise Weinberg), uma artista transexual cuja morte é iminente devido a uma complicada doença nos rins em fase terminal. Para tentar ajudar a única companheira de vida a conseguir uma vaga na unidade em que trabalha, o protagonista decide sequestrar Jean (Démick Lopes), um doente recém-chegado ao local, com o objetivo de disponibilizar o leito da lotada clínica à colega. O rapaz, no entanto, é um homem violento, acusado de um brutal assassinato a facadas e apresenta um estado vital preocupante, com feridas graves oriundas do homicídio que ele mesmo cometeu. O convívio entre ambos é de inicial estranheza, mas em pouco tempo a relação ganha contornos amorosos de cumplicidade e afeto de formas pouco convencionais.

SYNONYMES (2019)
INÉDITO E EXCLUSIVO
Vencedor do Urso de Ouro e do prêmio FIPRESCI, e indicado ao Teddy no Festival de Berlim
Horário: Domingo, 23/02, às 23h10.
Reapresentação: Quinta, 27/02, às 4h.
Sinopse:
A premiada coprodução entre Israel, França e Alemanha narra a história de Ioav (Tom Mercier), um jovem israelita que compra uma passagem apenas de ida para a França com o objetivo de se livrar da loucura que acredita ter tomado conta de seu país natal. Nessa jornada em rumo ao inesperado, um dicionário francês-hebreu torna-se seu melhor amigo. Prestes a morrer de frio na gelada Paris, o jovem é acudido por Caroline (Louise Chevillotte) e Emile (Quentin Dolmaire), seus únicos companheiros nessa aventura. Sem dinheiro, morando de favor e comendo sempre a mesma refeição para economizar, ele consegue um emprego como segurança na embaixada de Israel e começa a questionar sua identidade; não apenas sobre sua nacionalidade, mas também sobre sua religião.

PRAIA DO FUTURO (2014)
Indicado ao Urso de Ouro no Festival de Berlim
Horário: Sexta, 28/02, às 23h10.
Reapresentação: Terça, dia 3, às 4h.
Sinopse:
Donato (Wagner Moura) é um salva-vidas na turbulenta Praia do Futuro. Seu ofício nas areias gera grande admiração de Ayrton (Jesuíta Barbosa), seu irmão mais novo, orgulhoso das proezas do protagonista em evitar tragédias nos mares cearenses. Um dia, no entanto, a desgraça não é evitada e ele não consegue salvar um amigo de Konrad (Clemens Schick), um turista alemão em viagem ao Brasil. O contato com o europeu, no entanto, muda radicalmente sua vida; eles se apaixonam e Donato decide abandonar a vida nas ensolaradas orlas de Fortaleza para viver na fria e distante Berlim (Alemanha). Longe de sua realidade e de sua família, o personagem principal vai precisar colocar suas habilidades a seu próprio benefício, em águas muito mais turbulentas do que as das praias brasileiras.

BIXA TRAVESTY (2018)
INÉDITO E EXCLUSIVO
Indicado ao Teddy de melhor documentário no Festival de Berlim
Horário: Sábado, 29/02, às 23h10
Reapresentação: Quarta, 4/02, às 4h
Sinopse:
Linn da Quebrada, cantora e ativista trans, faz de sua arte e da própria vida um ato político e libertário para a militância LGBTQ+. O documentário coproduzido pelo Canal Brasil em parceria com a Válvula Produções tem a performer como ponto central de uma discussão ampla sobre identidade de gênero, homofobia, fluidez sexual e padrões sociais, tudo isso a partir de uma mescla de momentos que vão desde a vida privada e caseira da artista, encenações em banheiros e saunas até os espetáculos extravagantes por ela realizados.

CORPO E ALMA (2017)
ESTREIA
Vencedor do prêmio FIPRESCI, do Urso de Ouro, do Prêmio do Júri Ecumênico e do Prêmio do Júri Popular no Festival de Berlim
Horário: Domingo, 1/03, às 23h10
Reapresentação: Quinta5/03, às 4h.
Sinopse:
Endre (Géza Morcsányi) é o diretor financeiro de um matadouro com um cotidiano nada emocionante. Sem família, com poucos amigos e uma deficiência física que o impede de mexer um dos braços, seus dias são passados em meio às carcaças do frigorífico em uma rotina exaustiva de trabalho. A contratação de Mária (Alexandra Borbély), recém-chegada inspetora de qualidade da empresa, lhe traz uma nova perspectiva de vida. A moça, bem mais jovem, tímida e com um comportamento robótico, altera o dia a dia da firma e, após um assalto no local, eles descobrem que estão tendo os mesmos sonhos, por pontos de vista diferentes: ambos imaginam que são cervos em meio à natureza.



Nenhum comentário:

TEL AVIV EM CHAMAS, estreia nos cinemas dia 29 de outubro de 2020 com distribuição da Pandora Filmes. Longa exibido na seleção oficial do Fe...