Crítica Filme "Frankie" - Rita Vaz




Estreia nesta quinta-feira o filme “Frankie” dirigido por Ira Sachs e estrelado por Isabelle Huppert e grande elenco.

Partindo de uma premissa simples, o diretor nos leva a uma viagem que contempla tanto a vida quanto a morte.

Na história conhecemos Françoise Crémont ou simplesmente Frankie, uma estrela do cinema que tem um diagnóstico de câncer avançado e tem pouco tempo de vida.

Frankie decide reunir a família e os amigos mais queridos em um hotel, para juntos passarem algum tempo, antes que ela não possa mais.

Acontece que ela é uma pessoa de personalidade forte e parece querer resolver os problemas de seus filhos, seus cônjuges, enfim, de todos, antes de morrer.

Ela engendra encontros, partilhas, todas as possibilidades ao seu alcance na tentativa de unir, ou até mesmo proporcionar conforto depois de sua partida, mas, seu jeito forte de ser, acaba batendo de frente com as pessoas.

E ela vai perceber, ao longo dessa estadia, que a vida vai continuar, ainda que a dela não.
Apesar do tom triste, Ira Sachs consegue conduzir a história de um modo singular, e é através de ótimos diálogos e performances equilibradas que ele entrega um filme emocionante.

A fotografia do longa é espetacular, os personagens são singulares, a locação é perfeita.
A história acontece na cidade de Sintra em Portugal e o diretor consegue explorar todo o seu relevo em enquadramentos belíssimos.

E é muito bom ouvir o português na história, ele traz uma intimidade maior com ela, apesar de termos personagens vindos de várias partes do mundo e outras línguas serem faladas também.

O mundo do cinema é bastante citado na história, já que é o mundo onde Frankie vive, com referências, inclusive, a Star Wars.

São vários personagens na trama, e mesmo que Frankie seja o foco, todos esses outros tem seus momentos e suas construções.

A atriz Isabelle Ruppert é o destaque da trama com uma atuação honesta e madura que entrega de forma sensível tudo o que a sua personagem representa naquele momento.

Junto dela temos outros astros do cinema como a atriz Marisa Tomei, com momentos simplesmente brilhantes na história, o ator Brendan Gleeson como o esposo que vai perder a companheira e muito mais.

“Frankie” é um filme sensível, para uma plateia seleta, pois, não são todos que tem a vivência necessária para compreender tanta profundidade nos diálogos e nos silêncios.

Se você aprecia filmes que tratam do humano, sem artifícios e sem mesquinharias, “Frankie” é a opção certeira para você contemplar uma bela obra.

Título Original: Frankie
Gênero: Drama
Duração: 1 hora e 40 minutos
Ano de Lançamento: 2020
Direção: Ira Sachs
Elenco: Isabelle Hupert, Brendan Gleeson, Marisa Tomei, Jerémie Renier, Pascal Greggory, Vinette Robinson, Ariyon Bakare, Greg Kinnear, Sennia Nanua, Carloto Cotta.

Nenhum comentário:

Trailer do remake de "Convenção das Bruxas"

O remake de “Convenção das Bruxas”, clássico de fantasia dos anos 1990, acompanha um garoto de sete anos que se depara com uma conferência d...