O Clube dos Canibais, novo filme de Guto Parente



Novo longa-metragem dirigido por Guto Parente, “O Clube dos Canibais” estreia nesta quinta, dia 3 de outubro, nos cinemas brasileiros.

O filme conta história de Otávio e Gilda, um casal rico da elite brasileira que tem o hábito de comer seus empregados. Otávio possui uma empresa de segurança privada e é um membro notável do Clube dos Canibais, uma organização secreta formada por homens poderosos adeptos do canibalismo. Quando Gilda acidentalmente descobre um segredo de um poderoso deputado e líder do Clube, a vida dela e a de seu marido passam a correr perigo.

Todo filmado no estado do Ceará - em Fortaleza e na belíssima praia de Guajiru -  a primeira ideia para o longa surgiu a partir de uma história real que aconteceu em Porto Alegre. Guto conheceu a história a partir da leitura de “O Maior Crime da Terra”, do escritor e historiador Décio Freitas. O livro aborda assassinatos que aconteceram em Porto Alegre entre anos anos de 1864 e 1865, conhecidos como Crimes da Rua do Arvoredo, onde um casal atraia suas vítimas para casa, as matava, as esquarteja e produzia linguiças de carne humana. As linguiças eram vendidas em um açougue da cidade e muito apreciadas pela população. As vítimas eram homens seduzidos por Catarina Palse, que os fazia acreditar que ela iria para a cama com eles, mas que acabavam assassinados por seu marido, José Ramos. 
“Esse jogo sexual perverso e fetichista do casal foi o que eu peguei emprestado dessa macabra história real para criar os personagens e práticas do Clube dos Canibais, que aponta para um lugar talvez mais exagerado e absurdo ainda, por envolver questões de classe e poder. A ideia de um casal canibal também ganha camadas muito particulares quando esse casal faz parte da alta elite brasileira, dos que mandam no país,” explica o diretor 

Como um filme de terror e suspense, “O Clube dos Canibais” tem traços de Gore ao mesmo tempo que a origem dos personagens na narrativa complexifica a leitura e acrescenta elementos de crítica social. Durante a minha adolescência eu vi todos os filmes de terror disponíveis na locadora perto da minha casa, era uma obsessão. Depois essa fase passou, mas continuei sentindo uma atração pelo gênero. E já faz algum tempo que venho querendo realizar filmes de suspense e terror. Em 2013/14 eu e a Ticiana rodamos um terror romântico chamado ‘A Misteriosa Morte de Pérola’, filmado na França, enquanto estávamos morando por lá. E foi nessa época que surgiu a ideia do Clube dos Canibais e o primeiro tratamento do roteiro”, complementa Guto. 

            “O Clube dos Canibais” fez sua estreia mundial no Festival de Rotterdam e já foi exibido em mais de 30 festivais internacionais ao longo de 2018 como BAFICI, BFI London FF, Scream Singapore, Fantasy Filmfest, Strasbourg European Fantastic FF, entre outros. O filme já foi vendido para diversos territórios, com distribuição garantida em países como EUA, Alemanha, Japão, Inglaterra, Suécia, Noruega, Dinamarca. 

Ficha técnica
O Clube do Canibais
2018 | Brasil | ficção | 81 min.
Direção: Guto Parente, Produção: Ticiana Augusto Lima, roteiro: Guto Parente, produção executiva: Ticiana Augusto Lima, diretor de fotografia: Lucas Barbi, elenco: Ana Luiza Rios (Gilda),Tavinho Teixeira (Otávio), Pedro Domingues (Borges), Zé Maria Jonas), Bruno Prata (Josimar), Galba Nogueira (Lucivaldo), LC Galetto (Ramirez), Fátima Muniz (Cecília), produtora: Tardo Filmes, distribuidora: Olhar Distribuição

Sinopse
A maneira correta de temperar um churrasco a partir da carne dos empregados é uma das poucas preocupações na vida luxuosa do casal Otávio e Gilda. Até que Gilda acidentalmente descobre um segredo de Borges, líder do Clube e poderoso deputado, e a vida dela e de seu marido passam a correr perigo.


Nenhum comentário: