Crítica Filme " A Sereia - Lago dos Mortos" - Rita Vaz



Baseado em uma lenda russa, o filme “A Sereia – Lago dos Mortos” chega aos cinemas com a promessa de assustar a plateia.

As sereias fazem parte do folclore de quase todos os países, onde o seu poder encantador leva homens a se afogarem.

Na Rússia, as sereias são chamadas de Rusalkas, e o mito diz que são espíritos de mulheres, principalmente as jovens, que se afogaram em rios ou lagos; são mulheres mortas-vivas que foram amaldiçoadas, por algumas razões específicas, mas, como nessa história, foi pela traição de um grande amor.

Ainda de acordo com o mito, para saírem das águas, elas precisam de um objeto que as permita conjurar água e manter o corpo molhado.

Na trama do longa conhecemos o casal Marina e Roman, que são apaixonados e decidem se casar. Para uma despedida de solteiro, um amigo de Roman o leva para uma casa do lago.

A casa que foi de seus pais, e que ele não visita desde que sua mãe morreu afogada no lago.

Lá coisas estranhas começam a acontecer, e Roman acaba sendo encantado por uma sereia que começa a lhe tirar a vida aos poucos, com o objetivo de leva-lo para o fundo do lago.

Marina, que tem medo de água, terá que se superar e enfrentar monstros que ela nunca havia imaginado.

O diretor Svyatoslav Podgaevskiy entrega um filme que atende bem à lenda, e aposta nos sustos para se valer do gênero terror.

Mas, apesar dos sustos (eu realmente me assustei em alguns momentos), o filme não dá medo, fica ligado a clichês de sons altos e aparecimento rápido do monstro diante da câmera.

Uma “coisa” que não entendo nos filmes russos que chegam ao Brasil, é a dublagem em inglês!!! É uma “coisa” estranha de se ouvir e ver.

Na dublagem é possível que se perca algo de essencial do artista, e no caso de filmes de terror, fica muito sem graça.

O elenco do filme leva bem a história, é enxuto e dá conta da trama.

A trilha sonora é bastante abusiva, ela é triste quando algo triste acontece e aumenta de volume quando algo assustador vai acontecer, o que acaba tirando um pouco do impacto da cena.

Tirando esses problemas, e se você souber que vai assistir um filme dublado, “A Sereia – Lago dos Mortos” vai fazer sucesso, principalmente com a galera que gosta de ir ao cinema prá se assustar mesmo, sem nem uma outra preocupação.

Título Original: Rusalka: Ozero Myortvykh
Gênero: Terror
Duração: 1 hora e 24 minutos
Ano de Lançamento: 2019
Direção: Svyatoslav Podgayevskiy
Elenco:  Efim Petrunin, Nikita Elenev, Igor Khripunov, Viktoriya Glukhikh, Sofia Shidlovskaya, Cecile Plage.


Nenhum comentário: