Crítica Filme "A Vida em Si" - Rita Vaz



Um momento único, um fato importante, pode marcar a vida de várias pessoas, e em se tratando de famílias, pode marcar gerações.

Esse é o princípio do emocionante filme “A Vida em Si”.

Já no início do longa, percebemos que a narrativa usada pelo diretor Dan Fogelman é diferente.
Alguns personagens interagem com o público (a quarta parede é quebrada) e o narrador é bastante inconstante na história.

A gente sabe que quando acontece algo, completamente fora da sequência lógica das coisas, esse algo, modifica a vida de várias pessoas.

E pode modificar para o bem ou para o mal, depende de como esse algo é tratado, e de como pessoas reagem a ele, caindo ou se resgatando.

Um tanto confusa essa minha colocação, certo? Mas, quando você assistir ao longa, você vai entender perfeitamente.

Não é fácil tratar de assuntos que mutilam vidas, mas, em “A Vida em Si”, assuntos pesados, como a morte e o abandono, são tratados de uma forma diferente.

Não que fique mais simples, mas fica mais leve.

Na trama, tragédias que permeiam a vida de alguns personagens, são pontos de virada para eles mesmos e de entendimento para a plateia.

Pois essa virada na trama, fará toda a diferença ou todo o sentido para quem estiver assistindo.

A história se concentra no casal Will e Abby, que se conhecem, se apaixonam e tem uma filha. Mas esse relacionamento é contado através de diferentes décadas e continentes, e também através de pessoas que parecem não ter nem uma ligação entre si, mas que são completamente conectados.

O elenco do filme está ótimo em cena, passando veracidade e emoção em cada frame.

“A Vida em Si” é um filme lindo e emocionante, que fala da vida sim, focando em pessoas que tem ligações entre si, de uma forma que se torna surpreendente para o espectador.

Um filme que fala de amor, de vida, de morte, de gerações, de consequências, de resgates e de esperança.

Se você é fã do tipo de filme que te faz pensar e te emocionar, “A Vida em Si” é o longa perfeito. Recomendo!

Título Original: Life Itself
Gênero: Drama
Tempo de Duração: 1 hora e 58 minutos
Ano de Lançamento: 2018
Direção: Dan Fogelman
Elenco: Oscar Isaac, Olivia Wilde, Annette Bening, Mandy Patinkin, Jean Smart, Olivia Cooke, Sergio Peris-Mencheta, Antonio Banderas, Isabel Diaz, Samuel L. JacksoN.


Nenhum comentário: